terça-feira, 9 de junho de 2015

HIPPOtrip

No dia de aniversário da minha filha, fiz-lhe uma surpresa e levei-a a dar um giro por Lisboa no anfíbio chamado Chico. Por sorte, a minha entidade patronal instituiu, este ano, a dispensa da tarde do dia de aniversário dos filhos e, por isso, pude ir almoçar com a minha pequena e depois ir experimentar o tal passeio, naquele veículo que já tinha visto passar uma dúzia de vezes na rua onde trabalho. Na semana antes, fui ao site e comprei dois bilhetes para as 16h00 horas de dia 08 de junho. Sugiro que façam a reserva com alguma antecedência porque há horários que esgotam com frequência.

Chegar lá não é fácil, por isso, deixo aqui algumas dicas. Eu, como tenho passe Lisboa Viva, fui de comboio do Cais do Sodré até Alcântara Mar (apenas 2 paragens). Depois é só atravessar o parque de estacionamento que fica ao lado da Doca de Santo Amaro, mais conhecido como Docas (a zona dos bares). Quem for de carro, também pode deixar o carro neste parque mas suspeito que é de parquímetro, há que ver se compensa. A recepção do Hippo é precisamente na Associação Naval de Lisboa Secção de Remo, que fica por baixo da Ponte 25 de Abril, no lado esquerdo da marina onde se encontram os restaurantes, virados para o rio, por isso, não se admirem de chegar ao local e acharem que não deram com o gato. Dirijam-se ao rio e vão ver que dão com o Hippo num instante.
Convém chegar com tempo para não correrem o risco de "perder a viagem". Podem sempre fazer como nós, chegámos meia hora antes e, como estava um calor abrasador, aproveitamos para beber uma água fresquinha no bar (há também casa de banho, caso estejam apertadinhos).

O passeio dura 90 minutos, dos quais 60 são passados em terra e 30 no Tejo. Durante toda a viagem, o guia vai contando, em português e inglês, algumas factos históricos e curiosidades sobre a cidades de Lisboa e, de vez em quando, irá pedir um Hippo Hippo, ao qual se responde de braços no ar: Urra!!!

E o circuito é este:
O momento mais esperado, a entrada no rio, é de facto emocionante. Com uma banda sonora digna do momento, é de arrepiar os cabelos. Por momentos, o que se imagina é que a coisa vai correr mal e o mais provável é irmos a banhos, mas depressa damos por nós a flutuar, de forma graciosa, tal e qual um hipopótamo, que tem tanto de grande como de sereno. É nesta altura que se podem desapertar os cintos, mas não pensem vocês que depois é a loucura dentro do ex-carro e agora-barco. Há regras a cumprir e caso não as cumpram, borda-fora!!! Ah ah...esta última parte é brincadeirinha.

Os 30 minutos que nos proporcionam no Tejo são simplesmente maravilhosos. Bem sei que sou suspeita, eu que amo o meu Tejo, mas duvido que alguém me diga que em algum momento deste passeio sente algum tipo de aborrecimento. Ver Lisboa desta perspectiva é sublime. Um passeio relaxante que termina na Doca do Bom Sucesso em Belém (mesmo ao lado do recinto do Nos Alive).

Foi uma experiência fantástica que recomendo vivamente.

Hippo Hippo urra!

3 comentários:

  1. Ja vi imensas vezes este autocarro, mas nc fiz a viagem.

    ResponderEliminar
  2. Olá Urban, Parabéns à tua pequena!!!!
    Eu já fui a uma entrevista para o Hippo TRip e confesso que gostava tanto de ter sido seleccionada, mas nada feito!
    Acho que deve ter sido óptimo!

    Aproveito para te dar uma grande novidade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Não, não ganhei o Euromilhões mas está lá perto, comprei o Mixaaaaaaaaaaaaaaa
    yehhh

    ResponderEliminar
  3. Sou fã dos teus passeios.
    :)

    (Vai lá ver e confirma)

    ResponderEliminar

Talk to me ;)