terça-feira, 28 de abril de 2015

Falsos mendigos

Sempre que desço ou subo a Avenida da Liberdade, encontro uma senhora, de idade avançada, a pedir esmola. Sentada no chão e com roupas velhas, gastas e sujas, passa o dia inteiro a pedir esmola, com uma cantilena que cria angustia a quem passa. Ninguém fica indiferente à senhora romena que bate com a lata no chão e que quase rasteja atrás dos turistas.

Por norma, a minha forma de solidariedade é sempre na primeira pessoa, por isso, em vez de dar a instituições, prefiro, dar directamente a quem precisa. Conheço bem os mendigos da minha cidade, até porque passei muitas noites a distribuir comida entre eles. Contudo, não tendo em mim um pingo de xenofobia, não consigo ter pena deste falsos mendigos. Quanto mais miséria demonstram, menos pena deveremos ter, porque é tudo fachada. A idosa de quem vos falo, depois de terminar a manhã, dirige-se ao banco e faz uma transferência através da rede Moneygram. Segundo quem a atende, que é meu amigo, esta pedinte transfere em média 100 a 200 € por dia para a Roménia. Para além disso tem telemóvel, do qual liga assim que sai do balcão. Depois há os que andam no metro com os desgraçados dos cães em miniatura ao ombro, enquanto tocam concertina, as fulanas que andam com os filhos ao peito, crianças meses, os que ficam prostrados no chão, de joelhos...os arrumadores de carros...os que também já adquiriram skills na arte do bem roubar.
A minha cidade está inundada de falsos mendigos.

9 comentários:

  1. que vergonha esses falsos pedintes porque se calhar andam alguns mesmo a precisar de verdade e andam outros a armarem-se em espertos, uma pessoa não pode confiar em ninguém!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu confesso,eu não sou de ajudar. Aliás só me recordo de ajudar uma Sra no metro que pedia dinheiro p/alimentar os filhos. E notava-se que a pobre coitada estava a passar dificuldades. Há quem me acusa sempre de ter coração frio, mas há mts que vejo e ponho em causa a sua credibilidade.

    ResponderEliminar
  3. Se fosse só nessa cidade... esses também não me comovem.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente vê-se isso por todo o País.

    ResponderEliminar
  5. Há uns dias vi um vídeo que me meteu nojo... lá fora, não sei onde, provavelmente EUA, um canal de televisão andou a filmar secretamente uma "mendiga" toda aleijadinha... e descobriu que era uma jovem mulher, perfeitamente saudável!

    ResponderEliminar
  6. Sim, também apanhei alguns assim. Por mim só dava alimento, se se não quisessem, paciência, menos tinham!

    ResponderEliminar
  7. É por isso que só gosto de ajudar com comida, não me importo de pagar uma refeição/lanche a quem venha pedir, já dar dinheiro para mão é que não gosto, não sei para que fins será usado.

    ResponderEliminar
  8. Minha nossa que cambada...é por essas e por outras que não dou nada a nenhum.

    ResponderEliminar
  9. É mesmo, já sabia e também não dou nada neste momento...

    ResponderEliminar

Talk to me ;)