domingo, 23 de outubro de 2011

Basterds


Já perdi a conta de quantas vezes fui assaltada. Já perdi a conta à quantidade de coisas que me foram levadas. Coisas que comprei com sacrifício, coisas oferecidas, coisas com um valor sentimental e insubstituíveis. Odeio ladrões. Não suporto gatunos que espreitam na esquina e esperam o mínimo descuido para poder fazer o saque. Odeio-os de morte!!!

Hoje foi a minha máquina fotográfica. Imaginam como me senti...a minha máquina fotográfica, comprada com o muito que consegui juntar durante meses, a minha companheira de tantas viagens e aventuras. A PSP da minha filha, a mochila que comprei para ir para Barcelona, os meus óculos graduados e a minha roupa...foi-se tudo num ápice. Bastou o fecho centralizado não ter disparado e o carro ficou aberto, demorei pouco mais de uma hora. Quando cheguei tinha a porta do pendura aberta e o banco de trás em baixo, e por lá, levaram tudo o que trazia de um fim-de-semana na terra em família.

Odeio-os a todos, todos os que vivem usurpando o que é dos outros. Todos os que roubam em vez de trabalhar. Odeio-os de morte!!! E se hoje tivesse apanhado o palhaço...juro que lhe tinha partido o maxilar com uma pedra da calçada.

Agora...preciso de uns dias para recuperar a minha perda...

21 comentários:

  1. Marta infelizmente vamos para uma altura em que os "amigos do alheio" vão aumentar.. Cada vez mais, todos cuidados são poucos..
    bj solidário

    ResponderEliminar
  2. Eish.. =(((
    Já me aconteceu assaltarem o carro. Roubaram rádio e mais umas coisitas. A polícia depois chegou la ao carro e disseram para ir ter a esquadra. Viram as impressões digitais andaram lá a meter pó em muito sitio no carro mas nao encontraram impressões digitais dos ladrões. Fizeram-te o mesmo? Princípio nao encontrarão nada mas há sempre uma restea de esperança..
    Era dar um tiro a todos esses fdp's!! :@

    ResponderEliminar
  3. Partilho da tua revolta.
    Abraço solidário

    ResponderEliminar
  4. Revoltante... grrrrrrr....
    Infelizmente já passei pelo mesmo, ficamos impunes com a situação e ver que nada a fazer...

    Bjstos

    ResponderEliminar
  5. Epá que chatice! Nem imagino como deves estar...

    ResponderEliminar
  6. Grande merda Marta :S

    sao bens materiais que custam muito a ganhar,mais o valor sentimental.
    E ja tinhamos falado do teu fecho do carro......

    ResponderEliminar
  7. Lamento muitíssimo o que te aconteceu. Por cá as ondas de assalto são presentes e temos que ficar sempre atentos. Nestes momentos não é só o que levam mas o estado emocional que ficam as pessoas. Já sofri assalto cara a cara e é terrivel. Espero que estejas bem, ainda bem que não sofreste nada fisicamente. Desejo que a vida lhe restitua em dobro. Sei que tudo é com muito sacrifício e trabalho. Sei que gera muita raiva. Lamento muito o acontecido.

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente com a crise fatos assim tende a aumentar.

    ResponderEliminar
  9. Lamento que tenhas passado por isso de novo...

    ResponderEliminar
  10. Que péssima notícia...em sei o que te dizer, sinceramente.

    ...

    ResponderEliminar
  11. Infelizmente contra esses $%&#$ a única defesa é a prevenção. Quando saio do carro só não levo o pneu suplente porque não dá jeito, de resto marcha tudo comigo!

    ResponderEliminar
  12. Fogo, que cena de merda. Nem imagino como estás :(

    ResponderEliminar
  13. Isso é horrível... lamento mesmo, a impotência deve ser horrível.

    O namorado tem a mania de guardar tudo na mala, mesmo um casaco de malha meu... reclamo sempre, mas ao ver isto apercebo-me de que tem toda a razão.

    ResponderEliminar
  14. Apesar de tudo a unica coisa que te posso dizer é que te roubaram os aneis mas ficaram os dedos. Que te roubaram o carro mas que não te ameçaram nem mostraram armas. E isto, de alguém que um dia chegou a casa e tinha tudo de pernas para o ar e lhe roubaram tudo que tinha de eletrónica/informática. Aconteceu a mim, fora o vandalismo que fizeram. Ver a casa assaltada é um pouco pior que o carro assaltado. Não desejo isso a ninguém. De qualquer maneira espero que a esta hora já estejas um pouco mais conformada, porque o que não tem remédio, remediado está.
    As melhoras.

    ResponderEliminar
  15. L.O.L
    :( Ce la vie!

    Pedro Gonçalves,
    Obrigado pela solidariedade, não remedeia mas conforta.

    Pedro,
    Fiz a participação mas como só fui à esquadra hoje já não mexeram no carro. Mas também só fui para fazer o inventário de tudo o que levaram, não vá aparecer alguma coisa.

    jrd,
    Obrigado :)

    abspinola,
    Infelizmente quase toda a gente passou pelo mesmo. É revoltante não poder fazer mais do que lamentar.

    Nokas,
    É muito chato andar meses a juntar dinheiro para comprar algo que se quer muito e de um minuto para outra tudo desaparece.

    Shiver,
    É verdade...mas nunca pensei que fosse falhar logo no dia em que tinha a minha máquina lá dentro. Enfim...life goes on!

    Carolina,
    Obrigado por teres sempre uma palavra amiga, um carinho para deixar aqui. Vou ter de ter mais cuidado no futuro para evitar estes desgostos.

    R.
    Obrigado.

    Hugo Macedo,
    Não digas nada, a tua passagem aqui já conforta. Obrigado.

    Rafeiro,
    Acredita que não me deixo levar outra vez pelo descuido. Casa roubada, trancas à porta.

    Mistery,
    Estou a recuperar aos poucos. A ver se me esqueço de tudo o que me levaram.

    S*,
    Acredita, não vale a pena o descuido. A ocasião faz o ladrão e eles não perdoam.

    Martini,
    Eu sei que sim, aliás, já passei por algo pior. Tive um incêndio em casa que me levou tudo. Tudo mesmo! Eu sei o que é perder o rasto da nossa vida passada. Estou a "apagar" o que perdi e a olhar para a frente. Não adianta chorar sobre o leite derramado.

    ResponderEliminar
  16. Oh que mau! Lamento... Deve ser mesmo chato (digo isto porque nunca me aconteceu a mim). Mas se me acontecesse acho que ficava tãao mal...

    ResponderEliminar
  17. Patrícia,
    Da-te por feliz. Estas coisas não se desejam a ninguém.

    ResponderEliminar
  18. Acredito... Não temos muito bem noção da importância que essas coisitas têm até ficarmos sem elas. E no teu caso, foi pior porque ficaste sem uma data delas ao mesmo tempo.
    Mas como disseste, siga! Boa sorte*

    ResponderEliminar
  19. Que mau! :( Imagino o teu sofrimento.
    Eu detesto perder coisas ou partir, nem me quero imaginar sendo roubada..... grrr.

    ResponderEliminar
  20. olha Marta o melhor é pensares que podia ter acontecido coisa pior e pensar positivo e ires em frente!
    bjs

    ResponderEliminar

Talk to me ;)