terça-feira, 19 de outubro de 2010

Fogo


Há dias em que algumas conversas nos deixam a reflectir durante dias...
Há conversas que nos deixam a reflectir durante meses...
Há coisas que nos espantam e nos deixam sem palavras...
Há palavras que nos tocam profundamente permitindo-nos ver mais além.

Faz algum sentido?

E heis que se fez luz ao receber esta mensagem:

"O fogo é um dos quatro elementos. O que tu fizeste não está ao alcance de muitos. A mente de quem é o veiculo da purificação é muito importante na acção. Os objectivos que se pretendem alcançar só o poderão ser, se o veiculo estiver centrado. Desde já agradeço pela parte que me toca e permite-me pelos restantes."

12 comentários:

  1. Se era para ti, não me espanta minimamente nada ;)
    Tu irradias sabedoria só com o olhar, lol

    Bjs

    João

    ResponderEliminar
  2. Escrever mensagens quando se está com os copos dá nisso !

    ResponderEliminar
  3. Faz tao bem, receber mensagens assim...*

    ResponderEliminar
  4. Eu devo ser burro que nem um tamanco, esta mensagem a mim não me diz nada, é claramente um elogio mas...

    ResponderEliminar
  5. Por alguma coisa dizem que a pena é mais poderosa que a espada. ;)

    ResponderEliminar
  6. Agora sou eu que: ???
    ;)

    ResponderEliminar
  7. El fuego siempre acabrá con nosotros...

    Pasa un estupendo fin de semana.

    Saludos y un abrazo.

    ResponderEliminar
  8. Recebes mensagens bastante complexas! Não é para todos! As minhas mensagens são tipo: "Vamos almoçar?" ;) Beijinho *

    ResponderEliminar
  9. Não há 4 elementos, mas sim 109 (conhecidos até hoje). O fogo não é um elemento.
    A ideia dos 4 elementos (terra, água, fogo e ar) é uma ideia completamente falsa. Os antigos gregos acreditavam nisso há 2500 anos, mas há séculos que se sabe que é falsa.

    Vivemos numa sociedade onde a ciência está por todo o lado (basta pensar nos electrodomésticos, no telemóvel, na Internet, etc., que são aplicações tecnológicas de descobertas científicas) mas onde a maioria das pessoas não sabe nada de ciência e continua a repetir velhas superstições. É curioso e, principalmente, triste.

    ResponderEliminar

Talk to me ;)