domingo, 25 de novembro de 2007

Dá-me tempo!


"Sente a força da noite
Como facas no peito,
Como estrelas caídas
Que te cobrem o leito.
Tenho tantos segredos
Que te quero contar
E uma noite não chega,
Diz que podes ficar."


Tudo o que o Pedro escreve faz sentido.

5 comentários:

  1. Muito bonito.
    Beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  2. hummmm q lindo!
    e tu ficaste? espero q sim! aproveita aquilo que te têm para oferecer.
    Beijinhos e tudo a correr bem

    ResponderEliminar
  3. Adoro os seus poemas...
    :)

    ResponderEliminar
  4. lindo poema...
    beijo vagabundo

    ResponderEliminar

Talk to me ;)