segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Para mim, o melhor do ano.



Este é, sem dúvida, o melhor filme do ano 2016.

Mesmo não tendo visto todos os filmes nomeados para esta categoria, para mim, este é o meu vencedor.

A Paixão de Cristo (2004) já tinha vindo dar indícios de que Mel Gibson seria um bom realizador e o Apocalypto (2006) veio confirmar isso mesmo. Dez anos depois, Mel reaparece com esta obra magnífica. Devorei o filme e só me apetece ver outra vez.

"Um homem enfrenta corajosamente forças muito superiores a ele, em nome das suas convicções ou daqueles que lhe são mais próximos e queridos, estando pronto para fazer o sacrifício último em nome de umas ou de outros."

MG rules!!!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O Fim da Inocência


Uma das frases que me fez optar por ler este livro foi: "Alguém realmente sabe o que fazem os adolescentes portugueses quando saem à noite com os amigos?" que li numa review. Despertou-me o facto de se tratar de uma história sobre uma menina "de bem" que se envolve em esquemas de drogas e estranhos jogos sexuais e outros esquemas manhosos devido à utilização sem regras da Internet.
Na verdade, nada me diria que a maioria das cenas narradas têm cenas de sexo detalhadas, tal como se fosse um conto erótico.

Na minha opinião, teria preferido mais detalhes em relação à utilização das redes sociais e do mundo da droga, mais do que as aventuras sexuais com tanto pormenor, mas é apenas a minha opinião.
Acho que é um livro para adultos, sem dúvida.

A minha herdeira ofereceu-me o 1º e o 2º volume, para aproveitar as maravilhas do fantástico slogan "leve 2 e pague 1" em tempo de saldos, mas ainda bem que não se atreveu a explorar o seu interior.

O 1º já marchou, siga o 2º!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Cinematona Especial Óscares


Se o tema é cinema, estou lá! Mais uma cinematona promovida pela Dora do Canal Books and Movies (ver a aqui).

O objectivo era ver, durante o mês de fevereiro, filmes que tenham ganho um Óscar nas seguintes categorias:Melhor Filme, Melhor Actor, Melhor Atriz, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Argumento Original.

Estas foram as minhas escolhas:

Óscar de Melhor Filme em 2002 - A Beautiful Mind
Óscar de Melhor Actor 2009 - Sean Penn em Mystic River
Óscar para Melhor Atriz 2015 – Julianne Moore em Still Alice
Óscar de Melhor Filme Estrangeiro 2013 – Amour
Óscar de Melhor Argumento Original 2005 - Eternal Sunshine of the Spotless Mind


Nota: Fiz uma pequena batota. O Mystic River e o Eternal Sunchine já tinha visto mas na altura não lhe prestei a devida atenção. Tive de rever e foi como se tivesse visto pelo 1º vez.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Nexus 6P


O último Google phone da geração Nexus está comigo desde o inicio do ano, o magnifico Nexus 6P com o seu processador Qualcomm® Snapdragon™ 810 v2.1, com oito núcleos a 2,0 GHz e 64 bits. Isto parece uma algarviada para quem não domina o assunto, mas para quem não entende basta dizer que é uma bomba.

Tal como a página do Google o descreve “O Nexus 6P foi concebido com um tamanho que se adequa à sua vida e à sua mão.”

Dotado de um ecrã WQHD AMOLED cinematográfico de 5,7 perfeito para jogar, ver filmes e trabalhar com uma clareza impressionante.

E as fotos!!! Este menino tem uma objectiva uma abertura de f/2,0 que permite captar mais luz e imagens super nítidas com detalhes impressionantes.

Tal como no Nexus 5X (que foi passado à minha herdeira) o carregador é USB tipo C que é reversível, o que significa que já não é preciso adivinhar qual é o lado certo. Além disso, é super rápido no carregamento. Permite uma utilização de até sete horas com apenas dez minutos de carregamento. Acreditem!

Resumindo e concluindo, estou muito satisfeita. 

✮✮✮✮✮