sexta-feira, 25 de julho de 2014

É com imenso prazer que vos digo...

que estou oficialmente de férias.
A partir desta hora -no meu relógio batem as 18 horas- começa a minha aventura de 23 dias consecutivos de...tcharam Férias! Umas merecidas férias. Vai ser chinelo no pé, muita praia, muita piscina, muito petisco -depois das férias logo volto a cozer a boca-, muita música, livros e filmes. Só coisas boas. Entretanto, quando voltar já estarei 1 ano mais velha, mas não tem mal, trago ainda mais experiência e sabedoria comigo.
Até breve!

Imagem e fotografia criada por mim

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Mas hoje não é sexta???


Ontem, passei em casa da minha avó ao final do dia.
Em conversa com ela disse:

- Ando tão cansada, o que vale é que é mais um dia e vou de férias.
- Já não trabalhas na sexta?
- Trabalho!
- Então são mais dois dias, não é?
- Mas...mas...hoje não é quinta-feira?
- Não filha, hoje ainda é quarta.

Arghhhhhhhhh...juro que tinha a sensação que era quinta, logo hoje seria sexta. Ai caramba...estão a ver porque é que eu digo que preciso mesmo de férias. Estou toda queimada e...não é da praia :)

terça-feira, 22 de julho de 2014

Uma entrevista que vale dinheiro

A malta tem que fazer pela vida, é bem verdade, e eu ando sempre à procura de aumentar o meu income. Ontem, fui a uma "entrevista". E digo entrevista com aspas porque não se trata de uma entrevista de trabalho, mas sim uma entrevista numa empresa de estudos de mercado. O objectivo é ver um anúncio e falar sobre o mesmo e sobre o que nele está a ser promovido. Primeiro individualmente e depois em grupo. Por norma, este tipo de sessões demoram 2h30m e como são ao final do dia, incluem um agradável lanche. Para além disso, pagam também os transportes e no final, ainda trazemos um cartão sonae carregado com 40 €.

Ora bem...40€ + o vale de 10€ que tenho da worten = 50 € já é um bom desconto para comprar o meu novo aspirador :) ahhhh...adoro este tipo de matemática.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Olhar cinematográfico |56|

A minha sugestão de hoje tem o, por isso, é só para adultos.

Ninfomaníaca Vol. I (2013) 8/10«
Ninfomaníaca Vol. II (2013) 7/10«

Lars Von Trier revela-nos, em dois volumes, a história de uma mulher que tem um desejo sexual incontrolável. Joe (Carlotte Gainsbourg), a ninfomaníaca, conta a sua história a Seligman (Stellan Skarsgård), o vizinho que a encontrou, caída num beco, após ter sido vítima de agressão. Despoletada por vários objectos que se encontram à sua volta, Joe sente vontade de contar o seu passado, capitulo após capitulo.

Esta película conta também com as interpretações de Uma ThurmanCristian Slater Shia LaBeouf.

Embora seja um filme para adultos, uma vez que exibe várias cenas de sexo e de nudez frontal, algumas das imagens bem explícitas, não deixa de muito interessante, não pelo tema em si - sexo - , mas pelo diálogo estabelecido entre Joe e Seligman e pela perspectiva clara e inocente que este nos dá.

Não há dúvida que quem quiser ver esta história, terá de se despir de preconceitos e moralismos, ou correrá o risco de não captar o cerne da questão.
Eu cá, recomendo.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Raios e coriscos

Acabei de ver o site de meteorologia e amanhã chove. Ora bolas! Uma pessoa passa uma semana a trabalhar, a contar os dias para o fim de semana e zás, toma lá chuva. Ok, ok! Fim de semana, é fim de semana, mesmo que sem praia. A modos que mesmo com raios e coriscos não posso deixar de sorrir, afinal...
Bom fim de semana!

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Manuais escolares 2014/2015

E como gosto de prestar um bom serviço público, este post é para as mamãs que ainda têm filhos a estudar e que não têm tempo para ir "ver montras" para a escola, à procura da lista dos livros.

Se quiserem saber quais os manuais escolares adoptados para o próximo ano lectivo é só seguir estes passos:
  • Ir ao site da Direcção Geral da Educação aqui.
  • Clicar em Manuais Escolares > Adopção de Manuais Escolares
  • No fundo da página clicar em > Adopção online 
  • Novamente no fundo da página clicar em >Adoção online de Manuais - Ano Lectivo de 2014/2015
  • Uma vez mais no fundo da página clicar em > Acesso ao SIME/Módulo de Consulta, pelo público em geral
E tcharam...eis a página que vos permite pesquisar por escola.
Depois, é só colocar o nome da escola ou o concelho no campo de pesquisa. Eu tentei colocar o nome da escola mas não obtive resultados, pelo que coloquei o concelho e depois foi só procurar a escola da minha filha entre a lista de escolas de Lisboa.

Para ser mais fácil, para além de vos ter detalhado o caminho, deixo aqui o link directo para a página de pesquisa. 

Quem é amiga, quem é?

terça-feira, 15 de julho de 2014

Para quem não vive sem perfumes.

Quem não sabe viver sem perfumes, como eu, sabe bem o que custa manter este luxo, principalmente nos dias de hoje. Os perfumes bons custam os olhos da cara e os duty free, nos aeroporto, já não são assim tão baratos como no passado. Posto isto, há que procurar perfumes em conta, mas dos verdadeiros.

Há tempos, fui na conversa de uma blogger que divulgava um site de Perfumes Low Cost que vende genéricos muito bons a um excelente preço, dizia ela. Encomendei. Se é barato? Sim! Se são bons? Não! Uma bela bosta. Pior que perfume de 5º categoria. O cheiro não se assemelha ao original e coloca o velho patchouli num pedestal. O melhor disto tudo, foi ter deixado um comentário no blog da dita menina e este ter sido apagado pela mesma. Provavelmente é daquelas que só aceita comentários a favor do que publicita. Enfim, eu cá não recomendo o site a ninguém!!!

Mas a dica que vos quero dar, é verdadeiramente boa. Quem não resiste a um bom perfume, sabe que não há nada como o original. E no site Perfumes 365 podem encontrar o original a um excelente preço. Para quem mora em Braga, pode levantar o perfume directamente na loja, para quem está noutras cidades do país, pode optar por um ponto pick me ou via CTT (com custos).

Por exemplo, eu encomendei o CK IN2U 150ml por 32,00 € (mais portes), enquanto na loja não custaria menos de 65,00 €. Fiz a encomenda e 24 horas após o pagamento o perfume estava na minha mão, o verdadeiro.

Recomendo!

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Voltei, voltei!

E o prometido é devido. Aqui estou eu para partilhar o que se viveu no Alive, que antes era Optimus e agora é NOS. Há quem diga que só o nome mudou, eu cá diria que isso depende da perspectiva. Há de facto algumas diferenças entre os anos anteriores e este a começar pelo cartaz.

Dia 10
The Lumineers
Subiram ao palco NOS e animaram quem chegava ao recinto. Ficou claro que a banda não vive apenas do sucesso "Ho Hey", o que se notou, claramente, quando com o público a entoar outros temas os temas apresentados pela banda, nomeadamente "Submarines", "Classy Girls" e "Elouise". Um concerto agradável num ambiente descontraído.

Imagine Dragons
O quarteto oriundo de Las Vegas, provavelmente vizinhos dos The Killers, subiram ao palco ainda de dia, pois o sol só partiu por voltas das 21:00. Esta banda, que ficou conhecida pela música "On Top of the World" que com toda a certeza muitos de vós ouviram na rádio vezes sem conta. A minha favorita, "Radioactive" fez parte do reportório deste concerto que ficou dentro do espectável, para a categoria onde foi encaixado.

Interpol
No dia 05 de Julho de 2007, no Parque Tejo, tive a oportunidade de ver ao vivo, primeira vez, os Interpol. Fiquei maravilhada e jurei voltar a repetir a experiência. Mais tarde, em 2010, falhei a oportunidade de os ver no Campo Pequeno. Não fui por falta de companhia. Assim que soube que estavam confirmada a sua presença no Alive, vibrei de emoção. E no palco, ouviu-se de tudo um pouco, de cada um dos cinco álbuns. Rever Interpol no palco foi maravilhoso. Esta sim, uma banda digna de um Alive.

Arctic Monkeys
Cabeça de cartaz do primeiro dia, sétimo concerto em Portugal e o segundo que assisti. Infelizmente, devido a um pequeno problema, não tive a oportunidade de gozar em pleno a actuação da banda em palco, foi mais o que ouvi do que o que vi. Ainda assim, não me deixaram ficar mal, pois é uma das minhas bandas de eleição. Mesmo longe do palco NOS, tive oportunidade de ouvir algumas das minhas favoritas "Dancing Shoes", "My Propeller" e do último álbum AM, "One For The Road", "I Wanna Be Yours", "R U Mine". Mais uma banda digna de um Alive.

Dia 11
MGMT
O segundo dia do Alive não podia ser pior, pelo menos na minha opinião. A começar pela dupla Benjamin Goldwasser e Andrew VanWyngarden. Eu cá, não os conhecia de parte alguma, mas dei o benefício da dúvida e posicionei-me no sitio de sempre, para os poder admirar e tirar as minhas próprias conclusões. Resumindo: Na minha opinião, poderiam ter ficado no palco secundário. Não são a minha praia.

The Black Keys
Fiquei sem perceber se estes eram os cabeça de cartaz deste segundo dia, pois actuaram antes de Buraka que encerrou o palco NOS. Sendo ou não, a verdade é que esta banda americana de blues-rock não me atrai. Durante os dois últimos meses, ouvi os dois últimos álbuns El Camino e Turn Blue no meu MP3, a ver se me identificava com a banda, mas a verdade é que não faz de todo o meu género. Ainda assim, pelo que senti à minha volta, para os apreciadores do género a banda portou-se bem em palco.


Buraka Som Sistema
E quem não conhece a famosa banda portuguesa, nascida e criada na Amadora, fundadora do novo som electrónico Kuduro Progressivo. Eu não sou fã do Kuduro e muito menos do progressivo...Não abandonei o recinto, porque sempre ouvi dizer que o que é nacional é bom e até reconheço o mérito deste trio, do esforço e empenho, mas daí até curtir este som...naaaaa, não é mesmo a minha praia. Nem mesmo quando Blaya gritou a plenos pulmões "a Buraka é dona do terreno!" e toda a gente pulou de alegria. A minha alegria estava noutras "bandas", se é que me entendem.

Dia 12

The Black Mamba
E chegamos ao terceiro e último dia abrindo as hostilidades, a quem chegava o recinto por aquela hora, mais uma banda nacional. O trio formato por Pedro Tatanka, Ciro Cruz e Miguel Casais proporcionaram-nos um concerto cheio de soul e boa vibe. Uma das grandes surpresas deste Alive.


Bastille
Nomeados para os prémios ingleses BRIT, em quatro categorias: Melhor Artista Revelação, Melhor Banda, Melhor Álbum e Melhor Single. Para mim, foi também uma das bandas revelação deste ano e o albúm, Bad Blood, editado em Março do ano passado, tem sido uma companhia constante no meu MP3. A banda liderada por Dan Smith tornou populares os temas "Flaws", "Icarus" e "Laura Palmer", aos quais ninguém ficou indiferente. No recinto, toda a gente saltava, de braços no ar, cantando os refrões. Elas, mais eufóricas que eles, já que em palco, a presença do Dan era, inevitavelmente, contagiante. O desfecho não foi o merecido, pelo facto de o som ter falhado na última música do alinhamento, supostamente a mais conhecida da banda "Pompeii". O som falhou uma primeira vez e Dan continuou a cantar no vazio, o som voltou mas falhou novamente segundos depois...uma e outra vez. O vocalista despediu-se dizendo: This is all fucked up! Uma pena...


Foster The People
Mais uma das minhas grandes interrogações deste cartaz. Uma boys band com menos de uma mão cheia de músicas dançáveis em que o suposto hit é "Pumped Up Kicks". Não sabia se me havia de rir ou se havia de chorar. Na minha opinião, uma escolha terrível para o palco principal.


The Libertines
Uma banda inglesa de indie rock formada por Carl Barât e Pete Doherty,John Hassall e Gary Powell, dos quais só conhecia Pete e não pela sua música mas sim pela polémica relação que teve com a modelo Kate Moss. Não me encantaram. O som instrumental parecia estar mais alto do que o das vozes, por isso, mal se percebi o que cantavam, ou talvez fosse essa mesmo a intenção, já que a banda tem o rótulos de "janados" de primeira. A mim, não me convenceu nem agradou.

..."...

O Alive deste ano, ficou marcado pelas toneladas de calções de ganga que se passeavam pelo recinto, pelas inúmeras selfies que eram tiradas a cada segundo, pelo baile de máscaras que parece crescer de ano para ano. Este ano, não foi o festival da música do qual estou habituada. Esta, ficou em segundo plano, com um cartaz medíocre e muito mal distribuído pelos três dias.

Depois do quinto ano consecutivo a marcar presença neste festival, questiono-me em relação ao próximo ano. Ou o cartaz melhora, significativamente, ou não estarei lá para o ano.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Regresso depois da festa!

E porque esta vida não é só trabalhar, tirei dois dias de férias (5º e 6º feira) e até à madrugada de domingo vai ser sempre a rasgar. A partir de hoje vou ter de optar pela bela da sesta, para poder ter a pestana aberta até às tantas. Pois, aqui a je não caminha para nova e o meu "andamento" já não é o mesmo. Mas vá, reumatismos à parte, o que interessa é que vou exorcizar o diabo durante os próximos dias. Voltarei no fim para relatar como foi, se sobreviver a esta folia. 

terça-feira, 8 de julho de 2014

Homeland

Chega o verão - pelo menos é o que o calendário diz - e acabam-se as séries boas. Das que acompanho, estão todas em standby e as próximas temporadas só surgem a partir de outubro, mais coisa menos coisa. Posto isto, não me restou alternativa senão "requisitar" uma série nova para me entreter até lá. A escolhida foi Homeland. Já tinha ouvido falar mas nunca cheguei a ver nenhum episódio. Requisitei a 1º temporada com receio de que não ficaria convencida, mas devorei a temporada enquanto o diabo esfregou um olho. Quando dei por mim, já estava a requisitar a 2º temporada. E claro, a esta velocidade, escusado será dizer que já vou no 4º episódio da 3º T.

Esta coisa de ter a temporada toda disponível é do caraças. Uma pessoa começa a ver episódio atrás de episódio e depois diz: Ah e tal...só mais um...só mais um....este é o último, vejo o resto amanhã! Ya sure, keep telling yourself that! 
Depois de ver o episódio piloto foi sempre a abrir.

Sem querer desvendar muito, as palavras chave desta série são, entre outras, CIA, terrorismo, patriotismo, extremismo e muitos outros ismos e algumas interrogações.
Conta com a excelente interpretação de Claire Danes na pele de uma agente da CIA, Carrie Mathison, que para além de ser uma excelente profissional, esconde de todos que sofre de um distúrbio bipolar, e com o ruivo Damien Lewis que se farda de Nicholas Brody, um sargento que é dado como morto em combate, mas que é encontrado vivo, após oito anos de cativeiro onde foi torturado por uma rede de terroristas. E mais não digo...se têm curiosidade vejam o episódio piloto, é o suficiente para perceberem se é o vosso género de série ou não.

Curiosidade:
Levei algum tempo a reconhecer o actor que faz de Saul Berenson. Já o tinha visto numa série qualquer mas não me lembrava qual. Mandy Patinkin é o Dr. Jeffrey Geiger do Chicago Hope(1994-2000) - os mais "velhinhos" lembram-se de certeza - e da primeira temporada de Mentes Criminosas.
Acho que foi a barba que me baralhou :)

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Está difícil...

Ó senhores! Não sei quem foi a bruxa que me viu mas nestes últimos dias tenho andado com azar. Primeiro foi a gastroenterite que me levou à cama, depois uma constipação brutal que me derrubou durante 5 dias e agora, depois disto, uma picada de um bicho - ainda desconhecido, provavelmente uma aranha manhosa - que me deixou um inchaço no nariz, olho e sobrolho.
Isto está mau...

Tenho de ficar boa, sem constipações, hematomas ou escoriações, afinal já estou em countdown para o Alive 2014 e tenho de estar a 100%. Já só faltam 3 dias!

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Eu avisei!


O que vale é que hoje é sexta-feira...
He he! Bom fim de semana!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Uma dúzia são 24!

Sim, é isso mesmo, uma dúzia são 24, isto na matemática aqui do Demo.

A senhora da segurança, que está à tarde na portaria, faz salgados e vende a quem os quiser comprar. Croquetes e rissóis a 6,00€ a dúzia e, digo-vos de passagem, que são uma pequena maravilha, principalmente os de queijo e fiambre, uma ma-ra-vi-lha!
Pois que a nossa amiga Demo, pediu à senhora para lhe trazer um dúzia de rissóis e uma dúzia de croquetes em niniatura. No dia da entrega, o demo abre a caixa dos congelados que a outra lhe deu para a mão e diz:

-Ó Tita! Olhe que deve haver um engano!
-Então não foi o que me pediu? - disse a outra com ar de espanto.
-Mas aqui só estão 12 de cada, honestamente pensei que fossem 24.
-24? Como 24? Disse-me que era uma dúzia de cada, em miniatura.
-Pois, por isso mesmo, por ser em miniatura é que pensei que a dúzia fossem 24!

WTF?
A sério, trabalhar aqui com esta malta é uma comédia.

Imagem retirada da net e manipulada por mim

terça-feira, 1 de julho de 2014

Com colegas assim...


Ontem foi muito difícil conseguir manter a dignidade no trabalho, já que só me apetecia mandar para o chão com as dores, náuseas e vómitos que senti durante todo o dia. Felizmente, hoje estou melhor. Quando cheguei ao escritórios comentei, enquanto acompanhava as minhas colegas no café da manhã.

Eu - O que me valeu, nesta coisa dos implantes e da gastroenterite, foi ter perdido 2kg em menos de duas semanas.
Menisberta (nome fictício, mas que lhe cai que nem uma luva) - Deixe lá que depressa os recupera!

Fonix! Só com um pano encharcado na tromba, e era pouco.