quarta-feira, 5 de março de 2014

Keep in touch


Sou uma amiga desnaturada, confesso!
Tenho um grupo de amigos que me liga com frequência. São amigos que estão longe, geograficamente falando, mas que me contactam sempre que podem. Hoje pela manhã o telefone tocou. Era a minha grande amiga do peito que nunca se esquece de mim. Liga para saber como estou, como foi o fim de semana...Todos os dias faz questão de me dar uma palavra que seja.
De tarde o telefone tocou novamente. Era o meu grande amigo do peito. Liga-me quase todos os dias para saber o que se passa por "aqui", para partilhar algumas novidades e até trocar ideias.

Os meus amigos conhecem-me bem e sabem que sou uma desnaturada. O que sinto pelos meus amigos, verdadeiros amigos, é um sentimento puro e genuíno, mas sempre fui um bocado baldas com o keep in touch. Não o faço por mal...eles sabem...sou mesmo assim. Trago-os no meu coração e faço tudo o que for preciso por eles, e sei que não há dúvidas em relação à minha amizade, mas às vezes sinto-me mal por não ser uma pessoa mais...afectuosa. Tenho pena de não saber exprimir os meus sentimentos, de não saber retribuir todos estes gestos de atenção e carinho.

Caramba, são mesmo amigos a valer, caso contrário já me teriam mandado pastar há muito tempo. (já tive uns quantos que o fizeram e um deles, até me causou de ser uma "gaja fria").

Sou uma felizarda por ter encontrado na vida amigos como os meus.

Imagem retirada da net

5 comentários:

  1. Amigos pacientes e persistentes sem dúvida, mas também são amigos perceptíveis e sabem bem que sentimentos nutre por eles.

    Também já fui acusada de frieza, então resolvi ser mais afetuosa, e consegui melhorar. Mais confesso que gosto muito de ficar na minha, pois detesto incomodar e sou muito independente. Mas bem sei o quanto vale um abraço querido, um sorriso e palavras de conforto.

    Beijos queridos em ti.

    ResponderEliminar
  2. :) eu penso o mesmo dos meus. Não tenho ninguém que me ligue todos os dias ou todas as semanas, mas de mês a mês lá nos vamos falando. A distância faz com que caa um ande na sua vidinha e o tempo vá passando sem que nos demos conta. Mas é mesmo assim, sabemos quem eles são :)

    ResponderEliminar
  3. Olá Marta. Visitando o teu blog. Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Eu acho que podia ficar caída por aqui por casa uns dias que nenhum dava pela minha falta. lol

    ResponderEliminar
  5. Eu também sou uma desnaturada que para além do telemóvel se estende ao e-mail... shame on me... a minha sorte é que como contigo, a maioria dos meus amigos conhece-me, e perdoa-me. :)
    Saudadinhas!!!

    ResponderEliminar

Talk to me ;)