segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Está na hora...

Cada ano é feito de alegrias, tristezas e realizações. No final, é importante fazer um balanço, reflectir e concluir que o saldo de crescimento e aprendizagem foi positivo.

Vou assim reflectir, mas vou reflectir para longe...se me dão licença, vou ali apanhar o avião e ...volto para o ano, ok? Já completamente reflectida.


Imagem retirada da net e manipulada por mim

sábado, 28 de dezembro de 2013

2013 TECHNICOLOR [51]

Palavras para quê? Está tudo na imagem, não está?

BRANCO

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Presentes com carinho


Este ano, resolvemos fazer uns presentes caseiros para os mais chegados. A minha filhota amassou a massa dos biscoitos e eu arregacei as mangas colori cada um deles com as cores do Natal. Depois, foi só embalar. Duas noites seguidas na cozinha, uma noite para fazer cinco fornadas de biscoitos (o meu forno é pequeno) e outra para a decoração. Deu trabalho, mas no final, a satisfação não podia ser maior. Não só ficaram giros como deliciosos.
Para além dos biscoitos, a minha filhota fez também uns bonecos de Natal para pendurar na árvore. As pequenas peças coloridas (vendem-se no IKEA) são colocadas num género de molde e depois de conseguir a imagem que se quer, basta passar com o ferro de engomar para que estas se colem umas à outras. Como podem ver nas fotografias, o efeito é muito engraçado e a B. divertiu-se imenso. Para o ano que vem, a nossa família vai ter estes bonecos espalhados nas árvores de Natal O Urso é meu e já está na nossa árvore.

BOM NATAL é o que vos desejo, a todos!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

sábado, 21 de dezembro de 2013

2013 TECHNICOLOR [50]

E nada melhor do que juntar o Branco às cores do Natal...os biscoitos que fiz com a ajuda da minha filha, ficaram o máximo. Para além de giros, são super saborosos.
BRANCO

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Chapa ganha, chapa gasta!

Cada vez mais se sente a escassez de recursos.
Este foi para mim o pior ano de sempre. Fazendo as contas foi sempre a subtrair.
  • Perdi o direito ao Abono de Família (mesmo estando em condição monoparental sem qualquer ajuda financeira por parte do pai);
  • O passe da minha filha deixou de ter desconto de estudante e passa a ter o mesmo custo que o de um adulto (e a pequena ainda só vai nos 13);
  • A minha filha deixou de estar isenta e passou a pagar as taxas moderadoras nos Hospitais Públicos e Postos de Saúde (repito...tem apenas 13 anos);
  • 40% do que ganhei foi para o Estado e o que recebo liquido é bem menos do que o que ganhei nos últimos anos (passei outra vez para os 3 dígitos...malditos imposto!)
No ano passado, por esta altura, ainda recebemos um bónus de 75% do ordenado, mas este ano...nada de nada. ZERO! E vá lá...não me obrigaram a receber o subsídio de Natal às miginhas, senão então é que estava aqui cortar os pulsos.

Este ano, claramente, não consegui fazer poupanças e a qualidade de vida diminui.
Sou e sempre fui uma pessoa poupada, afinal, sozinha consigo sustentar uma casa e criar a minha filha. Não me queixo do que tenho, pois possuo o essencial, mas tenho noção de que se está a apertar o cinto de tal maneira, que mais cedo ou mais tarde, terei de passar a "cortar" também no essencial.

Imagem retirada da net

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

DIA D

Hoje é um dia pesado. O primeiro dos últimos dias, que vão encerrar de uma vez por todas o que um dia foi a minha equipa de trabalho. Há dois anos éramos 30, todos juntos em Lisboa. Hoje, estão todos espalhados pelo país, alguns até emigraram. Os últimos "sobreviventes" desta dispersão ainda se mantêm no berço mas por pouco tempo, muito pouco tempo. Há quem diga que a sorte é dos audazes, mas...será que estes últimos vão ter mais sorte do que os seus pares, que fizeram as malas e arriscaram tudo para manter o seu emprego?


Ficam as memórias. Das coisas boas e até das menos boas. Da união, do trabalho de equipa. Restam as fotos de tantos eventos que criamos, das festas, das campanhas loucas, dos dias disto e daquilo. Da animação de uns e do empenho de outros. Restam as memórias de um sino que um dia entrou na sala para ficar e que não irá sobreviver ao naufrágio. Sobraram as verdadeiras amizades, as que sobrevivem, mesmo que de longe.

Encerro este capitulo com a minha consciência tranquila. Tal como um bom capitão, fui a última a abandonar o barco. Zelei pelo bem estar da minha tripulação, até ao fim. Não voltei a dormir descansada até que cada um deles encontrasse o seu porto de abrigo. Hoje, mesmo que concluam que esta nova vida não os faz feliz, de uma forma ou de outra, foi possível dar continuação a algo pelo qual lutámos durante tantos anos. O vinculo que todos desejámos é finalmente nosso, mesmo que com um gosto amargo.

Já dizia Epicuro "Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e às tempestades."

Tudo tem um fim...

Imagem retirada da net e manipulada por mim

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

sábado, 14 de dezembro de 2013

2013 TECHNICOLOR [49]


Não é completamente branca mas a Sushi merece a referência. Pelo branco que tem e pela coragem de andar na beira do muro, a uma altura vertiginosa, que me tira do sério.

BRANCO

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Eu cá como não acredito em azares!

Sushi a sonhar com o Gato Preto!

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Eu e os Nexus...


Em Maio do ano passado, comprei o Samsung Galaxy Nexus, um Google phone. O primeiro telemóvel com Ice Cream Sandwich - Android 4.0. As reviews revelaram ser o mais rápido e muito prático. O melhor de tudo, sendo um Google phone, iria ter actualizações das versões do SO sempre que estas existissem.

Pois que as actualizações terminam aqui. Depois de conseguir chegar até ao 4.3 - Jelly Bean, é com grande tristeza e alguma frustração que vos digo que o meu Galaxy Nexus já não chegará a actualizar a última versão 4.4. KitKat. Segundo a Google este telemóvel usa um processador fabricado pela Texas Instruments, que deixou de estar activa na produção de processadores para smartphones, e cujos drivers foram descontinuados, o que impede a instalação e o funcionamento correcto funcionamento do Android 4.4 neste equipamento.

Agora, se não se importam...vou ali chorar e já volto.

Já chorei e já voltei!
Felizmente, a minha tablet é uma Nexus 7 e, neste aparelho, já correu a actualização para a versão 4.4 (menos mal).
O meu Nexus, o meu Galaxy Nexus...ainda está para durar, com ou sem KitKat.
Tenho dito!

Imagens retiradas da net e manipuladas por mim

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Facto |5|

Escrevi no motor de busca do Google "Mesa com post-its" e vejam só o que apareceu...


Há coisas que nem o tempo consegue apagar...

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Paris, Paris


E a poupança que estou a fazer este mês resulta em quê? Viajar!!! Pois é! Aqui a je vai tirar uns dias de férias e regressar à la cite de l'amour, para por lá me perder durante 5 dias. Em 18 anos de trabalho (sim, não tarda tenho duas décadas de descontos no bucho), nunca tinha tirado férias no final do ano. Vou sair do país em 2013 e só volto em 2014.

Agora já sabem porque é que ando a contar os dias :)

Imagem retirada da net

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

sábado, 7 de dezembro de 2013

2013 TECHNICOLOR [48]


E porque não celebrar o branco relembrando a Serra da Estrela...
Que belo passeio este. A ver se este ano se repete a dose.

BRANCO

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Quem dá e volta a tirar ao inferno vai parar...


Não pode ser ao contrário?

A minha querida colega - o Demo - tem por hábito assaltar o armário do economato. Vocês nem imaginam a quantidade de coisas que leva para casa. É folhas, blocos, micas, post-its, colas e mais não sei o quê...ó pá, por aqui ninguém é santo e claro que há material que todas nós usamos para fins pessoais. A fotocopiadora, por exemplo, é algo que muitas vezes funciona para beneficio próprio, já que nenhuma de nós vai estar a comprar cópias quando as pode tirar no trabalho, mas a minha colega é demais. Acreditam que ela chega a fazer pack`s duplos, de material, para levar para as filhas. OMG!!! Que abuso.

Um dia destes, depois de dar volta ao armário diz para a secretária:
- Ó Maria Francisca (vamos imaginar que se chama assim) já não há micas! Tem de encomendar.
A secretária, cansada de a ver rapinar material para levar para casa diz:
- Ó Demo, viu bem? Já não há? Mas haviam pelo menos duas caixas de micas.
A outra diz com um ar indiferente:
- Pois, mas já não há!
E a secretária reforça:
- Já não posso encomendar mais este mês. Nem pensar!
Ao que a figura do Demo responde prontamente:
- Se quiser posso trazer de casa, tenho lá muitas.

WTF!!! Mas já não há um pingo de vergonha???
Claro que tens lá muitas...SÃO AS QUE LEVASTE DAQUI, SUA DESGRAÇADA!

Imagem retirada da net e manipulada por mim

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Olhar cinematográfico |50|

Män som hatar kvinnor (2009) 8/10«
Que é como quem diz The Girl with the Dragon Tattoo, ou ainda Os Homens que Odeiam as Mulheres. Uns já leram o livro, outros assistiram à versão americana do filme pela mão de David Fincher. Tenho o livro, se bem que ainda não o li, mas vi a versão de Fincher como já tinha comentado aqui, mencionado que o filme valia 9 das 10 estrelas que lhe poderia dar. Mas não há nada como uma versão original. Vi a versão sueca e a-d-o-r-e-i. Noomi Rapace esteve muitíssimo bem na pele de Lisbeth Salander, batendo aos pontos o seu par (Rooney Mara) na versão americana. Poucos a devem conhecer pelo nome, mas esta sueca, que pouco tem de aparência nórdica, também desempenhou o papel de Madam Simza Heron em Sherlock Holmes - A Game of Shadows em 2011 e em 2012, Ridley Scott escolheu-a para interpretar uma das personagens principais de Prometheus - Elizabeth Shaw.
Fica a sugestão.

Imagem retirada da net

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Saudades de uma quadra mais..."quente"



Há dois anos, por esta altura já tínhamos a árvore feita no meu local de trabalho. A área já estaria decorada com os apetrechos natalícios. Já teríamos distribuído o amigo secreto. Já teríamos feito a lista de compras para o almoço de Natal, onde todos participavam. Já teria comprado os bonecos de chocolate embrulhado em prata para colocar no teclado de cada elemento da equipa. Já teria colocado de parte a garrafa de ginjinha *especial*, para brindarmos em conjunto. Já teríamos tirado uma fotografia de grupo para fazer o nosso postal de Natal.

Actualmente, onde estou, não há nada...

Há apenas cinismo e nem embrulhado está. Há vazio, mesmo quando cheio de gente. Há falta de carácter principalmente quando desembainham a faca e a espetam nas costas do colega do lado. Há tudo, menos espírito de natal.

Bahhhh...gente amarga.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

domingo, 1 de dezembro de 2013