domingo, 13 de outubro de 2013

Vá lá...foi o esquerdo!

Na passada quarta-feira, durante uma aula de Educação Física, a  minha filha caiu e partiu o pulso esquerdo. Foi submetida a uma pequena cirurgia e agora está a recuperar do susto, enquanto se mentaliza que vai ter de conviver com o gesso durante 4 semana (no minimo).

Imaginem o seguinte cenário:
A B cai durante uma aula de Educação Física. A queda faz com que todo o peso do corpo seja suportado pelo pulso. Ela levanta-se e diz ter dores. O professor ignora. Ela insiste com dores e o professor diz para ela ir ao Posto Médico, acompanhada de uma colega. No Posto Médico, é recebida por uma auxiliar que desvaloriza a dor que a minha filha diz ter e dá-lhe gelo durante uns minutos. Como a dor não passa, a auxiliar coloca uma ligadura no pulso da B e pergunta-lhe se está alguém em casa? Atordoada com dores, a minha filha diz que a mãe está a trabalhar mas que o avô está em casa. A auxiliar diz, então liga-lhe para te vir buscar.

WTF!!!
Bom, vamos por pontos para ver se estou a raciocinar bem.

1) Se a menor cai durante uma aula de Educação Física e se magoa, o professor de Educação Física não deveria aferir a gravidade da situação?

2) Faz sentido a menor ser acompanhada por outra colega ao Posto Médico?

3) Que formação médica tem a auxiliar para diagnosticar o resultado do acidente? Deveria ela ter colocado a ligadura?

4) Para que serve a indicação de quem chamar em caso de acidente na Caderneta do Aluno, se depois é a menor que decide quem se deve chamar?

Sou eu que estou a ser muito picuinhas ou há por aqui alguma negligência?

Resultado? O meu pai foi buscar a B à escola, achando que era apenas um arranhão e levou-a para casa. Como as dores continuavam, ligou-me a dizer que ia levar a neta ao Hospital. Quando chegámos ao Hospital, a médica retirou a ligadura e percebermos que embora não houvesse fractura exposta, dava para perceber uma deformação no pulso que indicava que era mais grave do que se supunha. Depois do raio x não restavam dúvidas, a B tinha o pulso partido. Foi internada no final da tarde e operada por voltas das 20h00, tendo que ficar internada nessa noite. Só teve alta no dia seguinte.

No meio de tudo isto e visto que não foi accionado o Seguro de Acidentes Escolares, este tema ainda vai dar água pela barba, por isso, para já estes são os meus livros de mesa de cabeceira - Portaria 413/99 de 8/6 (Regulamento do Seguro Escolar)


18 comentários:

  1. É o típico deixa andar e a irresponsabilidade do costume. Ninguém pensa no bem estar dos outros. Não entendo.

    ResponderEliminar
  2. A mim também me cheira a alguma negligência! E ainda para mais se a deformidade no pulso era visível, o professor deveria ter sido capaz de a identificar! As melhoras para a princesa.

    ResponderEliminar
  3. No teu lugar era logo uma queixa contra a escola... certinho direitinho.
    Espero que a B. fique bem rapidinho e esses macacos, para não dizer palavrão pior, que se preparem, certo?

    Uma beijoca super doce para vocês xxx

    ResponderEliminar
  4. Acima de tudo desejo que a tua filha recupere e bem da saúde dela. Depois, com mais calma, acabarás por tratar da deles... merecem-no.

    ResponderEliminar
  5. Que filme! Essa historia revela mesmo muita negligencia começando no professor e acabando na auxiliar e a escola devia mesmo rever esses seus procedimentos.
    Mas acima de tudo as melhoras da B :)

    ResponderEliminar
  6. Claramente negligencia ... enfim ... as melhoras da tua menina ... beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que a filhota melhore rápido e bem!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Nossa, gravíssimo tudo isso. Acho que deves tomar providências, ouve negligência de atendimento na escola, e ela deveria ter sentido muita dor.

    Bem, espero que tudo se resolva da melhor forma e que ela se recupere totalmente. Beijinhos nas duas

    ResponderEliminar
  9. As melhoras rápidas da tua filha, sem sequelas.

    ResponderEliminar
  10. que falta de profissionalismo :/
    As melhoras para ela. Bejinho

    ResponderEliminar
  11. Que falta de profissionalismo. Claramente negligência. Apesar de isso dar algumas dores de cabeça, fazes bem em saber mais sobre Seguros de Acidentes Escolares. Andamos a pagar imenso para quê? Melhoras para a pequenina :)

    ResponderEliminar
  12. Bolas, mas ignoraram a B?? eu começava pelo livro amarelo e aí por diante, até alguém ser responsabilizado.
    A dúvidarem da dores da B? sabes oq ue chamo a isso? insensibilidade, caramba.

    ResponderEliminar
  13. Há mesmo pessoas incompetentes. Enfim...
    As melhoras para a sua pequena.

    Um beijinho e boa semana *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Do que sei, se o acidente ocorreu no recinto escolar tens de dar conhecimento no SAS nas próximas 48h (não tenho a certeza do prazo) para poder ser acionado o Seguro escolar ...senão...perdes o direito.

    beijos e que a recuperação seja rápida.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. A tua miúda parte tudo fogo.
    beijo e rápida recuperação para ela.

    ResponderEliminar
  16. Realmente é preciso azar, as melhoras da B

    ResponderEliminar
  17. Esse é o problema das pessoas hoje em dia, ninguem cumpre as suas responsabilidades...pobre da tua filhota!
    As melhoras!!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Se fosse numa das escolas onde eu dei aulas, uma das auxiliares ia com a aluna ao centro de saúde e se se percebesse que tinha de fazer raio-x, seria chamada a ambulância e iriam ambas ao hospital. Obviamente que o encarregado de educação seria imediatamente avisado!
    Uma falta de responsabilidade e de segurança pelo bem-estar dos alunos é o que me parece!!

    As melhoras!

    ResponderEliminar

Talk to me ;)