terça-feira, 29 de outubro de 2013

Próxima requisição de economato: molas da roupa



E de volta à rubrica do Demo, imaginem o seguinte cenário.

Na nossa sal de trabalho existem quatro secretárias (estou a falar de mobiliário) três das quais ocupadas. Na quarta secretária não está ninguém. Um destes dias, apareceu um colega de outra área, sentou-se na tal secretária vazia e disse:
- Mas agora trazem a roupa dos garotos para aqui?
Eu e a minha outra colega, olhamos uma para a outra com ar de quem não entendeu o que o tipo disse. Não fazia a menor ideia do que falava.

Ao final do dia, fui ao armário buscar papel, armário esse que está posicionado perto da tal secretária vazia. Qual não é o meu espanto quando vejo duas calças de criança, estendidas nas costas e no braço da cadeira. Apalpei e percebi que a roupa estava molhada, tal e qual como se tivesse sido retirada da máquina de lavar.

No dia seguinte a minha colega pergunta à outra:
- Ó Demo (alcunha que existe apenas na minha cabeça), você ontem deixou ai a roupa dos seu filho!
- Não é do meu filho, é do infantário. É que ele ontem fez xi-xi duas vezes e tiveram de lhe mudar a roupa usando a que há por lá. Levei para casa e lavei, mas depois pensei, não vou ficar com isto aqui...então trouxe para o trabalho para secar e amanhã já as devolvo ao infantário.

Hilariante, não? E quando forem os lençóis?

Uma ressalva. A pessoa em questão não faz as coisas de forma leviana, ela é mesmo assim. Age com uma naturalidade que me deixa de boca aberta, às vezes penso que devo ser eu que sou demasiado quadrada.

Imagem retirada da net e manipulada por mim

13 comentários:

  1. Sabes o que é que eu acho? Que tens que escrever um livro com estas "´Crónicas do Demo". A sério! É todas estas aventuras são uma comédia pegada... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já me tinha lembrado disso :)
      Bom, para já, vou mantendo as crónicas por aqui.

      Eliminar
  2. Ahahahah Mt bom!! Qualquer dia a secretaria é substituída por um estendal eléctrico. E se fosse a ti fazia um negócio através do sistema de senhas, começas a vender as senhas. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu qualquer dia tenho é de mudar de área. Há coisas que são para rir...ou nem por isso, enfim...um circo.

      Eliminar
  3. Afinal não sou só eu que tenho uma maluca no trabalho (que bem que me sabem as férias agora, sinónimo de não a aturar).
    A destrambelhada que por lá há, também seria capaz de coisas assim se tivesse filhos. A minha preocupa-se com as coisas mais mundanas como, por exemplo, saber o que estou a comer, ou qual é o sabor do iogurte do momento. isto é só uma pequeníssima amostra.

    Estamos tão fartinha das manias/obsessões dela. Se tu visses, decididamente dirias que ela é que é o Demo tal é a forma estranhíssima como se veste. A roupa que usa e a forma como combina tudo é de fazer qualquer pessoa fugir a sete pés. Combinar túnicas cheias de lantejoulas com calças de fato treino e sapatilhas é outfit quase diário... e umas socas hediondas.
    Não sei se ela quer imitar algum estilo hippie, mas está muito longe de lá chegar. Mas, muitas vezes, parece que deve tomar qualquer coisa ilegal tais são os disparates que diz...

    Não sei qual de nós está mais mal servida... Mais vale rir para não chorar. e também a maluca lá do sitio age com a maior naturalidade possível que até sentimos aquilo como gozo da nossa cara

    Beijinho e tem lá paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OMG! A tua colega também deve ser uma bela de uma vedeta.
      Já vi que afinal há mais lunáticos por ai. E eu que tenho a mania que este tipo de gente só se cruza comigo...

      Eliminar
  4. Ai, que engraçado. Eu teria vergonha. Aliás, nunca seria capaz de o fazer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu!
      Trabalho é trabalho... conhaque é conhaque!

      Eliminar
  5. Um absurdo. Trabalho é trabalho, casa é casa. Não deveriam se misturar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo Carolina, tal como disse à Diana...
      Trabalho é trabalho... conhaque é conhaque!

      Eliminar
  6. ahahah Há que encarar tudo com naturalidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, para já vai dando para rir...

      Eliminar
  7. E uma amiga conta que teve uma colega muito fresca, e como não ia a casa depois da noitada, lavava as cuecas e punha-as a secar na janela que ficava ao pé da secretária dela. Como vês há de tudo.

    ResponderEliminar

Talk to me ;)