quinta-feira, 9 de maio de 2013

Filatelia II

Na semana passada, resolvi despender de uma tarde do meu fim de semana, para "tratar" de mais um envelope com selos. Vou recebendo estas preciosidades mas não os consigo tratar logo, por isso, vou acumulando até poder ter tempo para me dedicar a esta arte.
É muito bonito ver os selos direitinhos no álbum mas a verdade é que isso resulta de um processo delicado e algo demorado. 
Os selos chegam ainda colados ao papel e, para os retirar sem estragar a serrilha, temos de os colocar de molho.
 Coloco-os numa tina com água morna durante uns minutos para que o selo se solte do papel, intacto.
Assim que se soltarem do papel, coloco os selos a secar. Neste momento não convém mexer muito nos selos, porque um movimento mais brusco e zás...rasga-se o selo, tal é fragilidade do papel húmido.
Convém deixar secar os selos de ambos os lados para evitar que fiquem colados ao pano, com a cola que eventualmente tenha permanecido depois do "banho".


Finalmente, segue-se o trabalho de os separar por países ou por colecção, que é como os tenho no álbum. 
De vez em quando aparecem umas colecções fantásticas, inteirinhas, como a que partilho aqui. Esta veio do Brasil e fala-nos de um tesouro natural, as árvores. Até trás um pedaço de madeira no verso.
Ou então, esta aqui, que comemora os Jogos Olímpicos de Verão 2008 de Beijing

Ainda tenho uns quantos envelopes cheios de material para trabalhar e uns quantos repetidos para retribuir a quem me tem ajudado a enriquecer a colecção. Isto dá trabalho mas...quem corre por gosto não cansa, certo?


E já agora...ao anónimo deste post, sim, queimei aqui mais uma tarde inteirinha ;) 

11 comentários:

  1. Sabes eu também faço colecção, e faço exactamente o que tu fazes e tenho muitos para tratar, também um dia destes me vou dedicar a eles
    um dia destes temos de trocar uns....
    Beijinhos Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério Marina? Então temos de trocar uns quantos :)

      Eliminar
  2. Houve uma altura que eu também guardava os selos para depois colocar mais tarde numa pastinha mas essa tarefa nunca cheguei a fazê-la...tenho pena porque agora que vi a tua achei que é um belo passatempo e fica muito bonita a colecção!
    sempre gostei de selos!
    agora é mais dificil arranjar selos porque já é tudo por e-mail...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ainda há quem mande cartas :)
      Eu tenho recebido algumas pelo correio e de vários pontos do mundo.

      Eliminar
  3. "Mais vale selo que parecê-lo".
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui há muito selo :)

      Eliminar
  4. Oh, que colecção mais gira. Fiquei deliciada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A colecção é bem maior que isto, aqui, só está representada uma parte da "coisa".

      Eliminar
  5. Que lindo Marta, a tua paciência e dedicação e a própria arte da Filatelia. Desconhecia este processo e me encantei com as imagens que nos proporcionaste. Gostei imenso da série do Brasil de selos de árvores, eu desconhecia a existência. Muito bom. Parabéns :)

    Beijus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma preciosidade que eu espero que a Beatriz saiba manter e passar para os seus filhos. É algo que me dá trabalho, mas também muito gosto.

      Eliminar
  6. Que colecção mais gira :) De selos não faço mas faço de moedas estrangeira.

    Bjokas.

    ResponderEliminar

Talk to me ;)