terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Ahhhh o amor!

Imagem retirada da net e manipulada por mim

Tenho tido pouco tempo para passear na blogosfera e, como tal, a minha presença neste mundo virtual tem sido fraca, mas a verdade é que não deixo de visitar os meus blogues favoritos, mesmo quando não tenho grande espaço de manobra para comentar. Numa destas rondas, deparei-me com este post da Paulinha, que faz parte de um desafio com uma série de perguntas sobre o nobre sentimento que é o Amor. Pois eis que me deparo com a pergunta: "Já te apaixonaste pela pessoa errada?"

Eu, que tenho a mania que não tenho papas na língua (é só mesmo mania), ia lançada para responder algo do género: "Então não!" ou "Claro que sim, queres que te diga o nome da besta?". Mas, depois de acalmar o Dragão que há em mim, pensei: "Oh Marta não sejas assim! Mesmo aquelas paixões que resultaram em amargura trouxeram algo de bom, pelo menos enquanto durou."

Seria muito hipócrita da minha parte dizer que me apaixonei pela pessoa errada. Era aquela pessoa, era aquele o momento, era a pessoa certa no momento certo.Aconteceu porque tinha que acontecer e daí resultou algo de bom.

A verdade é que não foram muitas as vezes que me apaixonei, mas de todas elas consegui obter algo que me enriqueceu, que me fez crescer. Somei experiência de vida e tornei-me mais forte. Hoje, sou o que sou pelo que já amei.

10 comentários:

  1. Sabes que estou MUITOOOOOO ORGULHOSA de ti????
    É isso mesmo!
    Se eu não tivesse passado pelo que passei eu não iria dar o mesmo valor que dou ao meu marido agora... acredito que muitas vezes pensemos "eu não precisava de passar por isto ou por aquilo", sim é um facto... mas se passamos é porque PRECISAMOS de passar.

    Guarda o amor que um dia sentiste por essa pessoa que não te soube valorizar e aguarda por aquele que te irá dar o maior valor da vida. He's there somewhere :)

    O amor é como uma borboleta: quanto mais corres atrás mais ela foge.

    Tranquila e vais ver que derrepente ele estará diante de ti.

    ADORO-TE MIUDA XXXX

    ResponderEliminar
  2. um dia vais acrditar que ele existe :)
    Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa querida marta ♥

    ResponderEliminar
  3. É que eu tenho mesmo a mania de me apaixonar pela pessoa errada! Começo a achar que é uma situação kármica. No entanto, partilho da tua opinião. Todas as minhas paixões me ensinaram qualquer coisa, ainda que tenha sido pelos piores meios. O importante é não perder a esperança no amor.

    Até à próxima.

    P.S: http://divagacoesdeumacibernauta.blogspot.pt/ Quando tiveres tempo, que tal fazer uma visitinha a este meu cantinho?

    ResponderEliminar
  4. Já escrevi isto hoje. Namorei quase onze anos. Fui traída e sofri horrores. Mas cresci muito. Era a pessoa errada?? Penso que sim! Agora estou com a certa! Mas cresci, amadureci!

    ResponderEliminar
  5. És como eu, falas antes de pensar...temos de aprender a ser mais ponderadas :)
    Bj**

    ResponderEliminar
  6. Foi bom ler isto hoje aqui.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. O mportante é mesmo tirarmos algo positivo da experiencia por mais sofrimento que tenha cusado ;) E adorei a frase, faz todoo o sentido =)=)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. Sabes que eu acho que tens mesmo razão?? Tenho falado muito desta minha última relação, que nos desgastou aos dois, até chegar ao fim. Na verdade, reconheço que me tornou melhor em muitas coisas, mais solta, mais à vontade, mais desenrascada, coisa que eu não era. Além disso, toda a situação me tornou mais forte.

    ResponderEliminar
  9. Que lindo!
    Pois dizem que nem tudo é o que parece ser e muitas vezes as situações que nos magoam têm um propósito. Ninguém se cruza por acaso e há sempre lições a retirar das nossas experiências!
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Após tantos anos... ainda continuo apaixonado, acima de tudo, pela Vida!
    :)

    ResponderEliminar

Talk to me ;)