sábado, 5 de janeiro de 2013

Olhar cinematográfico |39|

No último semestre de 2012, dediquei-me mais às séries e deixei-me de filmes. Mas a verdade é que há sempre tempo para ver um filme, principalmente de Inverno, quando o frio convida a ficar no sofá embrulhada numa manta.

Imagem retirada da net
Dark Shadows (2012)
Não há filme do Tim Burton que me escape. Este mestre do cinema, faz as delícias do meu gosto cinematográfico. Neste filme, não faltam os já habituais monstros de interpretação. Falo do camaleão Johnny Depp e da esposa do Tim, a Helena Bonham Carter. Só que desta vez há mais alguém que se junta à festa de Hollywood, a bela Eva Green que faz o fantástico papel de bruxa má. Divinal.
Em 1972, dois séculos depois de ser enterrado vivo, o vampiro Barnabas regressa à sua mansão, Collinwood. Nela, vivem os seus descendentes, que ostentam uma riqueza que não existe uma vez que estão na ruína. A bruxa que amaldiçoou a família, é agora a manda-chuva da cidade.
Um filme mesmo à Tim Burton.
««««««««(em 10)


Imagem retirada da net
Prometheus (2012)
Ridley Scott volta ao género que o tornou conhecido. Não é o meu género favorito mas não podia deixar de ver. Não fiquei surpreendida, estava a contar com mais e melhor.
A história é passada em 2093, onde dois cientistas/exploradores rumam para o espaço, financiados por um...milionário excêntrico, procurando o suposto "Criador" da Humanidade.
Gostei particularmente de ver o Idris Elba a protagonizar o papel de capitão da nave. Adoro este homem, fiquei fã com a série Luther, como escrevi aqui. De resto, achei a personagem da Charlize Theron um bocadinho sem sal. Para quem gosta do género não deixa de ser um filme interessante e no final, há uma surpresa.
««««««(em 10)


Imagem retirada da net
Brave (2012)
Mesmo com 36 anos, continuo a gostar de ver animação e no dia de Natal, este foi o escolhido. A história é bonita e ensina-nos a dar valor ao que temos. One of the oldest in the book. Todos sabemos que o habitual é só dar o verdadeiro valor quando se perde o que se tinha, não é?
Um bravo para a voz da Rainha Elinor emprestada por Emma Thompson e a de Merida a menina brava que vive na voz de Kelly Macdonald.
«««««««(em 10)

Por agora é tudo ;)

18 comentários:

  1. Quero ver Brave, que aqui recebeu o título de Valente.

    Cinema é sempre uma boa pedida, tanto no inverno em baixo da manta, como no verão com um ar condicionado geladinho. Este foi o meu programa de hoje, que estou a beber filmes enquanto não começa o tornado chamado doutorado.

    Gostei muito de ir ao cinema em Lisboa a ver dois filmes portugueses, mas perdi a oportunidade de assistir A Moral Conjugal, quando tornei a buscar já havia saído de cartaz.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a ver a série Florbela e sempre que vejo um episódio lembro-me de ti :)

      Eliminar
  2. Não é por nada mas o Tim Burton está a ficar fraquinho.

    ResponderEliminar
  3. Dos três prefiro o BRAVE... lindo lindo lindo!
    o Prometheus é uma bosta (isto para não dizer mesmo um palavrão)
    E o nosso johnny é e será sempre o nosso JOHNNY, adoro esse homem por isso claro que gostei deste filme também!

    Bom fim de semana minha linda :)

    PS: Logo já tenho preparado o filme "Cloud Atlas"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulinha,
      Esse também já está na minha watchlist :)

      Eliminar

  4. Marta, um bom ano!
    eu vi o Brave e também ainda gosto de ver filmes de animação1
    os outros não vi...ainda!!!
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estrela,
      Um bom ano para ti também :)

      Eliminar
  5. belas escolhas :)
    Bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Palco :)
      Bom fim de semana para ti também.

      Eliminar
  6. Jesus Christ! O que sabes de cinema!...

    Bom fim de semana e bons filmes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Naaaaa, se os verdadeiros entendidos ouvissem isso até se arrepiavam :)
      Eu sou é muito curiosa e gulosa ;)

      Eliminar
  7. Eu adorei o dark shadows, muito bom!

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito do Prometheus, se bem que sai do cinema quando o fui ver muito muito desanimada. Filme com a história muito incompleta e pelos vistos não vai haver seguimento.

    O Dark Shadows ri me bastante :) E gostei muito do registo da Eva Green, diferente do costume.

    Brave ainda não vi, mas está na minha lista to see.

    Beijos

    http://thedailymiacis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Também adorei ver este filme, não pela história, mas porque a miuda é ruiva e é Brave e indomável como eu :)!
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Eu também vi este filme no cinema mais a minha mãe e também adorei a história do filme,fiquei encantada com ele,é um filme espectacular. eu também sou crescidinha mas adoro ver filmes destes de animação,são muito bonitos!!

    ResponderEliminar
  11. Dos 3 o de que gostei mais foi o Brave. Lindo, em termos de história e visualmente. O cabelo dela e os pequenos irmãos estão o máximo. O do Burton (que adoro) desiludiu-me.... achei a história um bocadito fraquita e ali a meio há uma mudança qualquer. Claro que mesmo assim gostei basta ser um Burton. Dele recomendo o de animação Frankkenweenie. Soberbo. O prometheus gostei, sobretudo a personagem (e dilemas éticos e humanos) do andróide.

    ResponderEliminar

Talk to me ;)