terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Ai que raiva!!!

Imagem retirada da net e manipulada por mim

Isto pode parecer controverso mas, se o meu "patrão" (o Big-Big-Boss) me deu uma grande alegria para o Natal - o bónus mencionado no post anterior - o meu chefe só me dá "lambadas". Caraças pá! Eu realmente paguei a peso de ouro a minha entrada para este Departamento. Nem imaginam o que tenho de aturar. Não que seja má pessoa, mas de feitio...upa upa...ninguém o supera, é impossível de aturar. Arre!

Ontem estive até às 19H30 a "levar na tromba" (o meu horário é das 08h30 até às 17h30). É daqueles dias em que, segundo ele, nada do que fazemos está bem feito. Uma pessoa fica depois da hora, substitui quem está de férias, acumula funções e depois ainda leva por tabela por tudo e por nada.

...(suspiro)... já lá vai o tempo em que os meus chefes directos tinham em consideração o meu trabalho, a minha dedicação, que me estimulavam para fazer mais e melhor de forma profissional.
Eu liderei 30 pessoas durante 5 anos, e mesmo sabendo que eu própria tenho um feitio *especial*, nunca deixei de tratar a minha equipa com a devida educação e respeito que mereciam.

Há duas coisas que não suporto que um chefe me faça: Que seja deselegante e que me ameace. Fico possessa. Eu sou daquelas pessoas que quando se entrega é de corpo e alma, eu visto a camisola e defendo com unhas e dentes as pessoas com quem trabalho, agora...não me tirem do sério, nem me tratem mal! Isso é que não!!! Até espumo pela boca (haverá alguma vacina para isto?).

Ai senhores, ajudai-me a aguentar esta cruz sem perder a compostura.

17 comentários:

  1. O que vai ai Marta!
    Um dia deste vamos falar... haja paciencia para aturar certas pessoas e acções de outras.
    Beijinhos e força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, teremos oportunidade de falar em breve :)
      Beijocas

      Eliminar
  2. Há patrões e PATRÕES.
    E eu sou como tu, dou de mim 100% á casa e também gostamos de ser apreciadas por isso.
    Já tive patrões e PATRÕES.... há que ter paciência.
    Beijo bom xxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é verdade. Eu nem falo de patrões porque desse não me posso queixar, mas o meu chefe tira-me do sério. Juro-te que me tira do sério mesmo. Mas enfim, há que aguentar!
      Beijocas

      Eliminar
  3. Olá Marta,

    É díficil ser tratada assim e não é fácil de chegar ao fim do dia a sorrir, sei bem o que isso é ... Quando o chefe estiver a dizer "disparates" pense apesar de tudo tem emprego, e o quanto o chefe deve ser infeliz...

    Força :)

    Até breve
    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula,
      Vou tentar fazer isso mesmo. Tentar ignora quando me está a torrar o juízo.
      Obrigado pelo apoio.

      Eliminar
  4. Oi Marta,
    Acredito que você pode mostrar para ele todo o seu empenho e dedicação. Parece-me que você é muito dedicada no que faz, e seria injusto não receber reconhecimento. Mas de uma coisa, tenha certeza: nós a reconhecemos, e, se você acredita em Deus, tenha a certeza de que ele também a reconhece, e terá sua recompensa por isso, mais cedo ou mais tarde!

    Bem, deixe-me perguntar: o que seria "caraças pá!" e "lambada". Você sabe, embora falemos a mesma língua, algumas expressões dos nossos dois Portugueses não conferem, hehe... A camisola, que você cita no texto, aqui no Brasil chamamos de uma roupa feminina para dormir, como um vestido. Mas sei que camisola equivale a "camisa" no Brasil.

    Abraço, Marta. Espero que não sofra por isso... Felicidades ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Matt
      "Caraças pá" é uma expressão muito utilizada por mim. Digo-a quando fico fula com alguma coisa. Há muitos amigos meus que gozam comigo por isso.
      Lambada é o mesmo que levar porrada, só que a primeira é uma palavra mais delicada.
      E por último, quando digo vestir a camisola, o que quero dizer é que sou leal para com os meus empregadores.

      Obrigado pelo teu comentário ;)
      Um abraço.

      Eliminar
    2. Obrigado pelos esclarecimentos. Sabia que até já acabei falando "caraças pá" aqui? Haha... Bem, eu não sabia o que podia significar exatamente, mas sabia quando devia usar.

      Sobre o vestir a "camisola", dizemos o mesmo aqui no Brasil, mas trocamos a "camisola", que já te disse o que significa para nós, por "camisa".

      Thanks again! :)

      Eliminar
  5. Marta, estamos juntas...a diferença é que tu é com o chefe, eu é como patrão que ainda não me acabou de pagar o mês do Outubro, falta o mês de Novembro e até ao final do ano vamos receber 2 "tranches" de 100€, achas isto normal???Subsidios? Qué'deles????
    E a camisola está vestida há 20 anos...não fora isso e a crise, eu já tinha saido daqui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso de facto é bem pior do que este meu problema. Ele é chato como tudo mas recebo a tempo e horas, até porque isso nem depende dele.
      20 anos é muito tempo...merecias consideração por parte da empresa, mas neste meio já se sabe como é :(

      Eliminar
  6. Marta espero que já estejas bem, eu estou neste mundo novo para mim eagora estou muito feliz, recebi o meu primeiro selo, e está no meu blog para ti, se quiseres ir buscar, sabes como é, melhor que eu...Obrigada

    Só não quero pensar no dia de amanhã...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marina,
      Vou espreitar e colar na minha pagina de selos.
      Este mundo é viciante e aqui nunca se está só.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Ai, pede a Deus que te dê paciência porque se te dá força...ainda lhe partes a cara! Ahahahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui...eu essa força já tenho, só ainda não perdi a vergonha, porque quando perder...ainda lhe parto um dente (ou dois ou três)!

      Naaaaaaa, eu sou uma rapariga tão pacata.

      Eliminar

Talk to me ;)