sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Esqueci-me de contar até dez


Está mais do que provado, quando me fazem saltar a tampa é difícil manter a calma.

Há dois dias que a vizinha do 3º andar anda a chatear a vizinhança. Desde martelar às 4h00 da madrugada, até mandar baldes de água pela janela para o andar de baixo. Eu, como moro no 5º andar e não gosto de confusões tenho-me mantido longe. A tipa parece estar louca, completamente louca.

Ontem ao final da tarde, a tipa vai tocar à porta da vizinha do 3º esquerdo e pede-lhe para que esta a deixe entrar e saltar para a sua varanda porque deixou a chaves em casa. Claro que não teve sorte, pois ninguém é louco ao ponto de deixar esta senhora, que está demente - deviam ver o aspecto dela - andar a brincar à mulher-aranha. A sugestão que recebeu foi de chamar os bombeiros. Posto isto, a fulana não vai de modas, fica sentada à porta da vizinha e decide chamar-lhe tudo e mais alguma coisa. Atenção, durante horas.
Não me meti, não era comigo. A vizinha chamou a polícia, depois de se fartar de tantos nomes e ameaças. A policia chegou, falou com a tipa e levou-a. Mais tarde os Bombeiros trataram do serviço.

Vingativa como é, hoje de tarde, começou a chamar nomes à vizinha, esta tem setenta e alguns anos e vive com o marido que é deficiente. Eu espreitei e pensei  - não é nada comigo, não me vou meter!

De repente vejo a besta a forçar a porta da vizinha e a outra mal a conseguia fechar, ou seja, a tipa ia literalmente fazer a folha a uma mulher que tinha idade para ser mãe dela.

BASTA! Caraças pá! Isso é que não. Galguei escadas a baixo e só parei com as minhas mãos no pescoço da franga. Grhhhhhhhh. Não cheguei a dar uma valente murraça nas trombas porque percebi que a tipa ficou assustada por ter aparecido assim de rompante, afinal, ele só está habituada a ameaçar velhinhas. Protegi a vizinha, colocando-me à sua frente, e disse à labrega que da próxima vez que ela se metesse com qualquer pessoa do prédio que lhe partia os dentes todos que tem na boca. Grhhhhhhhhhaaaaaaaa. Filha da p*ta, tirou-me mesmo do sério.

Claro que agora, mais calma, acho que devia ter contado até dez (ou cem) e gerido a situação sem...uma vertente tão física, mas não suporto injustiças. Fico mesmo passada dos carretos.

Nota: Isto aconteceu há 1 hora, mais coisa menos coisa, confesso que este post é uma espécie de terapia.

17 comentários:

  1. Força na vizinha

    o país protesta na rua

    ResponderEliminar
  2. Também acontece a mim de o sangue subir a cabeça. Mas que a tipa pediu isto pediu. Tudo isto deve ter sido muito desgastante, mas acho que fizeste bem.

    ResponderEliminar
  3. Fizeste tu muito bem! Nao ha cá contagens até 10 que ela precisou que lhe metessem na linha!

    ResponderEliminar
  4. De vez em quando é preciso perder as estribeiras.

    ResponderEliminar
  5. Puta de merda...ordinária.
    Amiga, Cheira-me que não vai parar por aqui.
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  6. Às vezes tem que ser assim! Não para contar até 100.

    ResponderEliminar
  7. Não imaginava uma filatelista agarrada ao pescoço de uma vizinha eheheh mas fizeste bem! Vê lá é se não levas também com as retaliações da maluca...

    ResponderEliminar
  8. bolas... k vizinha...tu afinfa-lhe...
    :)

    ResponderEliminar
  9. Eu acho que teria a mesma reacção. Ninguém suporta essas atitudes a longo prazo. Enfim.

    ResponderEliminar
  10. espero que a vizinha não se vingue de ti!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Ainda bem que não contaste até dez! Eu - que sou quase da idade da senhora que protegeste - até era capaz de ter feito o mesmo! Estou a lembrar-me da minha filha mais nova e que por acaso também se chama Marta, a fazer a mesma cena! Será do nome?!...

    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  12. De vez em quando é preciso partir para a ignorância; há pessoas que não percebem de outra maneira.
    Fizeste muito bem!

    ResponderEliminar
  13. Valente! É difícil não nos passarmos numa situação dessas. Acho que fizeste muitíssimo bem.

    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  14. Mulher valente!
    Eu teria feito o mesmo!
    FIZESTE MUITOOOOOO BEM MIUDA!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  15. Hoje quando chegares a casa está ela sentada à tua porta, pronta para te chamar nomes.

    ResponderEliminar
  16. ahahah muito me ri com o teu post :) A mulher é mesmo maluca pá, de vez em quando apanha-se com cada personagem :S Acho que fizeste bem em intervir, a ver se de agora para a frente a maluquinha fica mais calma :)

    Beijo ^^

    ResponderEliminar
  17. Grande maluca! E eu a pensar que era a única com vizinhos doidos...
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Talk to me ;)