quarta-feira, 15 de agosto de 2012

It comes with the job


Ainda não vos tinha contado mas...mudei de local de trabalho, aliás, nestes últimos meses muita coisa mudou a nível profissional, dai a minha ausência. Se mudou para melhor? Não sei. Depende da perspectiva. Mudei do Oriente para a Avenida da Liberdade, estou agora a 10 minutos de casa, é óptimo. Passei de uma sala com 30 pessoas para uma sala quase vazia, este mês, estou por lá sozinha. Não se está mal. Eu que andava cansada de ter tantos problemas às costas, não meus, mas sim de terceiros, como dizia o Dr. N "it comes with the job". Esta solidão é, para já, agradável. Permite-me ter tempo para pensar sem ser interrompida. Foi sem dúvida uma evolução profissional, não tenho dúvidas. Se estou contente? Claro que sim, se bem que o meu Boss não me faz a vida fácil e só eu sei o que tenho de aturar. Mas vá, eu sou uma pessoa agradecida e quem me dá a mão pode contar com a minha fidelidade.

Posto isto, tudo parece bem quando acaba bem. O pior é que não acabou bem. A equipa que liderei durante quase 6 anos foi desmembrada, completamente! Desde Vila Real a Faro, vai cada um para seu canto. Uns mais contentes que outros. Uns porque aceitam esta mudança como uma coisa boa, outros porque se vêem obrigados a aceitar este caminho. Eu permaneço, estática, a vê-los partir, um a um. Não consigo deixar de sentir um aperto no peito, uma sensação de vazio...

Hoje, regressei ao meu antigo local de trabalho. Fui fazer as malas. Ainda tinha muita coisa nos armários, nas gavetas, em cima da mesa...material acumulado durante seis anos. Ao ensacar todas aquelas memórias não consegui evitar as lágrimas. Tantas memórias tenho daquele local. Umas boas, outras más. Mais boas que más, sem dúvida. Partilhei momentos fantásticos com todos eles, mesmo aqueles com quem criei menos afinidade, mesmo os que chegaram por último. Houve quem me tivesse acompanhado desde o inicio e que hoje não estivesses lá para me dar a mão e dizer: Está tudo bem!

Amanhã, a minha secretária do Oriente vai estar vazia...isenta de cor e alegria que a caracterizou durante todos estes anos.

Dois dos meus melhores amigos (e não há muitos mais) já deixaram o país e abraçaram o desafio da emigração, e agora, mais uns quantos migram para outras cidades. Ficam as memórias, fica a amizade que mesmo à distância de consegue manter, desde que verdadeira. Afinal, isto de gerir uma "Relação à Distância" é comigo (ironia)

Ontem, uma parte de mim chorou essa perda.
Hoje, uma parte de mim chora essa perda.
Amanhã, uma parte de mim chorará essa perda.

Um beijo grande para quem está longe mas que vive aqui, nestas folhas perdidas, e no meu enorme coração.

11 comentários:

  1. A vida é assim, cheia de mudanças e de pessoam que vão e vêm mas os verdadeiros amigos ficam. Sempre. :)

    ResponderEliminar
  2. que a mudança seja para melhor :)

    ResponderEliminar
  3. Belo texto! Oxalá se dê por lá muito bem! E, já agora, não emigre! A gente nova, de fibra, faz-nos falta cá!

    Beijo, Marta! (Tenho uma filha chamada Marta. Chamava-lhe Marta-que-se-farta, if you know whaat I mean...)

    ResponderEliminar
  4. Um novo desafio profissional é sempre bom, mas parece-me que ainda estás emocionalmente presa ao teu antigo trabalho. :)

    ResponderEliminar
  5. Lamento pela tua perda. Lamento pelo desmembramento sentido da equipe. Espero que os novos ventos da mudança soprem na tua vida de forma a lhe trazer primeiramente paz e descanso, depois a te dar força para muitas e muitas conquistas.

    Beijos queridos.

    ResponderEliminar
  6. Com essa mudança suspeito que se fores à varanda e acenares para o outro lado da avenida eu te aceno de volta... Beijoca e boa sorte nessa nova etapa!

    ResponderEliminar
  7. ola vi seu comentário num outro blog, e decidi vir visitar o seu blog.. ta muito bom.. vc aceita o convite de vir visitar o meu=?? ler os meus poemas por favor?? HTTp://assombrado-mc.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Eu nem me digas nada, eu também vejo todos à minha volta a partir e eu a ficar estagnada...Isso preocupa-me =/
    Ainda bem que levaste a tua mudança como algo positivo e que agora estejas a gostar :):)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Enquanto te lia conseguia sentir esse vazio e tristeza. Foi uma etapa que acabou, mas outras irão começar e continuar! É triste quando se acaba algo de tantos anos, quando vemos partir colegas que estiveram connosco nos bons e maus momentos ! Mas esse vazio vai passar, quando este trabalho começar a dar frutos e a ganhar, tb ele um espaço no teu coração!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. As mudanças custam sempre um bocado, mas vai ser bom para ti.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. A vida é feita de mudanças... As maiores Felicidades para ti :)

    ResponderEliminar

Talk to me ;)