segunda-feira, 5 de março de 2012

Herança


Fotografia tirada em Março de 2012 - Marta Vieira Pereira


Máquina Fotográfica Russa Zenit E Moshva 80 Lente Helios 44M 2/58
(Edição comemorativa dos Jogos Olímpicos de Moscovo de 1980)


Esta foi a herança que o meu avô de deixou. Uma máquina fotográfica e o gosto pela fotografia. Está no meu código genético. O amor pela arte de fotografar, de gravar para sempre aquela imagem que, só nós, conseguimos ver. É uma forma de pintar um momento passado, com traços reais.

Nunca fotografámos juntos, vivemos em épocas diferentes, apenas com o mesmo gosto, a mesma paixão. Hoje, cada foto que tiro, transporta-me para o colo de um homem que pouco ou nada conheci, mas que me deixou esta paixão. No meu olhar, vive o olhar do meu avô.

Para Fábrica de Letras

42 comentários:

  1. Uma verdadeira reliquia! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade e por isso é tão estimada.

      Eliminar
  2. Linda!!!
    Um amigo meu comprou uma em Abril passado em S. Petersburgo. São muito boas!!! E linda!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se queres que te diga, nem sei onde o meu avô a comprou, mas tenho curiosidade. Disso e de quanto terá custado.

      Eliminar
  3. Se eu tivesse uma dessas estava em exposição, numa prateleira da minha estante... muito bonita :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é onde está meu caro ;)

      Eliminar
  4. Que lindo, Marta. É por isso que as suas fotos são apaixonantes. Uma bela herança especial, nas mãos de uma guardiã especial.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, acredito que seja por isso.
      Para mim a fotografia tem algo especial que não consigo explicar por palavras.

      Eliminar
  5. Por acaso tenho saudades da fotografia analógica, do namoro que havia com a fotografia dessa forma...que saudades! O digital trouxe muita coisa positiva, é certo, mas perdeu muita da magia e do suspense que só uma máquina de rolo nos davam...é quase como os CDs e o vinyl...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão. Ainda me lembro quando mandava revelar um rolo, ficava sempre na expectativa de ver se estavam todas focadas. Cheguei a pedir a revelação apenas dos negativos, pois assim, poupava uns tostões. A revelação era cara.

      Eliminar
  6. Haveria melhor herança? Haveria melhor forma de recordar? Haveria forma de criar novas memórias por alguém que certamente nos quer tanto bem? Hum.. Não haveria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não! Na verdade isto é o melhor que poderia ter ;)

      Eliminar
  7. Fico contente que gostes de fotografar,eu também adoro tirar fotografias mas não sei porquê,não gosto de tirar a pessoas,prefiro tirar a paisagens e flores e outras cenas assim do genero. beijinhos e uma fantástica semana!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de fotografar o que vejo e que me diz algo. De vez em quando tiro a pessoas, mas as da família são reservadas, as de desconhecidos, normalmente tiro a desconhecidos mas de forma a manter a sua privacidade.
      Mas não há dúvida, amo a fotografia.

      Eliminar
  8. Cara Marta
    Em primeiro lugar queria agradecer-lhe a visita e o comentário que me deixou.
    Por curiosidade vim aqui parar e se me permite vou-lhe contar uma estória.
    Tinha 22/23 Anos fui para antiga União Soviética frequentar um curso de 6 meses A Zenit era uma das máquinas fotográficas mais famosas no mundo (eram equipadas com lentes Carl Zeiss da antiga RDA). Durante quase o tempo todo procurei adquirir uma (acabando por comprar uma de outra marca) No mercado interno não se conseguia a Zenit (só nas Berioskas, lojas que só vendiam em moeda estranjeira)Para mim era uma grande frustração não ter dinheiro estranjeiro, até porque o preço era diminuto). Já no final chegou um outro grupo. Um dos membros comprou-me umas botas e pagou-me em dólares. Fui a correr comprar a Zenit. Tive-a alguns anos, até que um dia me assaltaram o carro e lá foi a máquina. Ainda hoje me dói aquela perda.
    Desculpe a extenção.
    Cumprimentos
    Rodrigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rodrigo,
      Agradeço igualmente o seu comentário.
      Lamento a sua perda. Aconteceu-me o mesmo no ano passado. Assaltaram-me o carro e fiquei sem a minha máquina fotográfica. Custou-me horrores. Esta tenho-a guardada em casa, num lugar de destaque.

      Eliminar
  9. Esta informação é para ti e nada tem a ver com este post:

    Se tiveres a interface actualizada do Blogger vai a Definições--->Mensagens e Comentários--->Localização do Comentário--->Escolhes "Incorporado"---->Guardar as definições.
    Valeu????? :)))))))))))))))))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valeu!!!
      Mil obrigados. Afinal era tão fácil, sinto-me uma idiota chapada. Mas vá, já está e eu estou contente por isso.

      Eliminar
  10. Marta, essa máquina deve ser super-valiosa hoje! Adorei vê-la.

    Por acaso ela ainda tira fotos ou já nem existem rolos fotográficos para cameras dessas?

    Guarda-a, para além do sentimento inerente é um pouco da história desta arte também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que ainda está boa. Mas confesso que já não lhe coloco um rolo há alguns anos. Um dia destes vou experimentar.

      Eliminar
  11. Ainda existem avôs

    quase perfeitos

    Bj

    ResponderEliminar
  12. L.O.L.
    Valeu!!!
    És o maior ;)
    Já está he he, se bem que tive uma ajudinha de mais um par de olhos.

    ResponderEliminar
  13. É um legado incrivel. Também faço coleção de câmaras antigas.

    Não deixa de ser curioso o facto do Benfica (my team) ir jogar hoje com os russos do Zenit, será um bom presságio?

    Beijo(ta)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um bom presságio sim! =)

      Eliminar
    2. Amigo Sergio e aamiga Marta, foi um bom presságio, sim... ALELUIA, lool

      Eliminar
    3. E não é que foi mesmo ;)

      Eliminar
  14. E é um prazer ver as telas que captas pelo teu olhar :) Despertadores de sentimentos e emoções...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Catarina ;) é igualmente um prazer receber este teu comentário.

      Eliminar
  15. Bem, que máximo!!! Guarda-a sempre, é preciosa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E está! Guardo-a com a vida.

      Eliminar
  16. Pelos vistos é um gosto genético... bonito!

    ResponderEliminar
  17. Se pudesses fotografar agora o teu Avô, descobririas nele um sorriso de felicidade. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhhh isso seria maravilhoso.
      Tenho a certeza de que ele teria orgulho nas minhas fotografias.

      Eliminar
  18. É uma excelente recordação! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pois!
      Um dia ainda tiro umas com esta, só para ver o que sai ;)

      Eliminar
  19. Oh adorei! :) (outra vez :p)
    gosto mais de ser fotografada, apesar de não ter jeitinho nenhum para a coisa :p
    beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Que bela herança!
    Preferia mil vezes algo preciosamente sentimental que muitos €€€.

    Adorei conhecer esta peça! ;)

    ResponderEliminar

Talk to me ;)