quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Zzzz



Tenho andado de "rastos".
Elas não matam mas moem e eu não tenho tido tempo para respirar com tanto trabalho.

O meu dia começa às sete da matina com o meu despertador a "berrar" como sentinela. Tenho meia hora para fazer o pequeno almoço para mim e para a minha filhota. É comer e despedir-me da pequena que segue para sua luta escolar diária. Quanto a mim, é calçar os ténis e subir para cima da elíptica (há que poupar e a ginástica em casa sai mais barato). A próxima hora é dedicada ao corpo e mente. De rádio ligado, oiço as notícias do dia enquanto me exercito. Depois vem o Spa, caseiro. Banho e zás...preparada para mais um dia de trabalho.

Às nove já estou a entrar na minha "gaiola". Entre o pensamento do dia, campanha mensal, variações diárias, propeller e dezenas de outras coisas, o meu dia é longo para xú-xú. Há dias que nem dá para fazer uma hora de almoço completa. Assina aqui, autoriza ali, fala com este e com aquele. Chega um e pede uma coisa, depois outro e outro...ai senhores!!! Até às oito da noite é um azáfama tal que até fico com os olhos em bico. Mas atenção, não me queixo, não senhor! A minha equipa está completamente alinhada. Todos com o mesmo objectivo, todos com "ganas" de tornar o mês de Setembro memorável. Trabalhamos comó caraças mas no final do dia, vou para casa com uma sensação confortável de quem deu o litro por uma boa causa, super cansada, mas satisfeita.

À noitinha uma pessoa chega a casa e pensa...depois de fazer o jantar, lavar a loiça, levar o lixo à rua, deitar a garota...vou ver um filmezito...mas na verdade, quando chega a hora...Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz!


11 comentários:

  1. Pois, sabes senhora, entendo-te perfeitamente. Sabes que horas são?? Ah pois... esta que te escreve ainda labuta (desde as 8:30h). Jázus!!! Nunca mais ganhamos juízo, pois é?

    ResponderEliminar
  2. Por acaso tenho um bom horário, no que diz respeito ao sono... detesto sentir-me um zombie.

    ResponderEliminar
  3. Fazer ginástica em casa é bem bom! :D Tens é que arranjar mais tempinho para dormir que isso também faz falta.

    ResponderEliminar
  4. Querida Marta, com um dia tão enérgico, nem necessitavas da elíptica... digo eu que sou uma calona de primeira, no que diz respeito a exercício físico! :P
    Tens a minha inteira admiração!

    ResponderEliminar
  5. Também ando assim... Abençoado fim-de-semana para ir tirar umas fotos e relaxar

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Fiquei cansado só de ler...
    Mas notei que estás motivada para o trabalho e isso, apesar do cansaço, é meio caminho andado para te sentires feliz. Já agora, posso saber o que fazes?
    Parece-me um cargo de responsabilidade... Bjs.

    ResponderEliminar
  7. xiçaaa que grande horario :p ao menos de manha ainda tens o spa :p
    no meio disto tudo ainda bem que a tua equipa esta junta, é importante uma boa relação com os colegas!
    e que o mes de setembro seja memoravel!
    beijinhos
    p.s: deixei te um desafio ha uns tempos no blog :p

    ResponderEliminar
  8. Senhor Geninho,
    Trabalho com uma equipa comercial de 31 elementos e trabalho é o que não falta. Quanto à responsabilidade, sim, é mais que muita, às vezes até sinto que demais para a minha função, mas enfim, eu cá não tenho medo de arregaçar as mangas e agarrar o "touro pelos cornos".

    ResponderEliminar
  9. Marta,
    Sorry, nem reparei que estava lá o meu nome.
    Mas vou sempre a tempo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Não se cobre tanto, seu dia-a-dia é bem pesado. Acho que és uma guerreira, pois além de tudo sai sempre otimista e feliz. Tu és exemplo de mulher batalhadora.

    ResponderEliminar
  11. Isto pode parecer esquisito mas tendo a minha vida separada entre Lisboa e o Alentejo, digo-te: se queres mais tempo muda-te para a provincia. Não só ganhas tempo, como poupas a nível de comércio, e combustivel se for o caso. Para os pequenos é o ideal... crescem sob o olhar dos pais, mas à distância, e não há aquele credo constante... quer dizer há, porque os pais preocupam-se sempre, mas é menor.E ficas com uma qualidade de vida, muito, mas muito superior. Eu espero um dia conseguir voltar para o Alentejo, para sempre :)

    ResponderEliminar

Talk to me ;)