segunda-feira, 13 de junho de 2011

Rescaldo



Hoje é feriado! Dia de descanso. Rescaldo de uma noite de folia.

Resumo de ontem:

Há coisas que nunca mudam!
Os jovens bebem demais. Vi um mar de "putos" a consumir álcool como se não houvesse amanhã, depois, claro está, pouco depois da meia-noite estavam a visitar o "Gregório" numa esquina qualquer. As miúdas são umas grandessíssimas malucas, de idade tão tenra, já possuem um vocabulário que até arrepia. E é vê-los, aos jovens, aos saltos como cabritos a tentar fazer a maior arruaça... outros a tentar descer a calçada com fraco equilíbrio enquanto se vão encostando às paredes e aos pinos.

As músicas já não são as mesmas!
Ohhhh senhores mas afinal são os Santos Populares ou uma festa de transe no meio da rua? Bolas, não é por nada mas, assim, nem a sardinha sabe a sardinha. Onde anda o "Cheira a Lisboa" a "Marcha da Mouraria" o "Viva o Santo António". Música portuguesa senhores! Música popular portuguesa, e não o pum-tst-pum-tst-pum ensurdecedor que alimenta apenas a cabeça de quem está já num sub-nível, completamente underground.

Afinal já sei de onde vem a expressão, tipo sardinha em lata.
Foi o que nos aconteceu enquanto tentávamos encontrar um amigo. Não há ano que não o encontre...só que este ano...OMG, nem imaginam o que tivemos que andar para encontrar a tal rua, até GPS utilizámos.

Não existem milagres...
Pois, não encontrei "o meu manjerico", mas já seria de esperar um vez que nem sei se andou perdido pelas mesmas ruas que eu. Na verdade nem contava com isso, era só um desejo de uma noite de Verão. Provavelmente não resultou porque estava vento e frio.

Quem paga é o mexilhão!
Hoje pela manhã, andavam os "Almeidas" a limpar as ruas cheias de plástico e vidro. De restos mundanos de uma multidão em folia. Estes desgraçados devem odiar os "Santos", pois ninguém gosta de limpar a m**** dos outros. Um bem haja para eles que chegam no dia seguinte para apagar a nossa má pegada ecológica.

O que é que mudou? Mudei eu. Cresci e hoje vejo as coisas com outros olhos. Estou a ficar cota pá! Já só me apetece estar com os bons amigos à conversa onde o álcool é moderado. As únicas loucuras que o grupo comete é tirar fotos fantásticas em locais estranhos. E, para finalizar, levei a minha filha comigo. Ah pois é! Já que tem de conhecer estes meios, que o faça comigo para poder "abrir a pestana".

O balanço não é mau mas podia ser melhor. Estamos, nós povo, a perder qualidade. Para o ano vou optar pela festa caseira que sempre nos permite manter a tradição.

Nota: Malta! A companhia não podia ter sido melhor, disso não há dúvidas ;)


16 comentários:

  1. É verdade, hoje é dia dos "Almeidas" trabalharem... não é feriado para todos :)
    Apesar de tudo, gostei da nossa incursão pelas ruas de Lisboa... aquelas que não conhecíamos :) O balanço dos dois dias é muito positivo, por muitas coisas.
    Para o ano pode ser diferente, sim senhora, acho que se consegue fazer uma farra temática, sem ter que andar tanto :)
    Ah, não te esqueças da festa temática de verão... temos que combinar :)

    ResponderEliminar
  2. Também não sei se é o mundo que muda, se somos nós. Talvez seja o mundo que muda depressa demais e nós vamos ficando parados nas nossas recordações.
    O essencial é que consigamos ser felizes à nossa maneira. As saudades do "nosso tempo" não faz o tempo voltar pra trás, como dizia o António Mourão.

    ResponderEliminar
  3. Ja dizia o filme,este pais não é para velhos ahahahah.

    os tempos sao outros marta,é só uma questão de (re)adaptação.

    Fizeste bem em levar a b.,assim vai aprendendo a se "mexer".

    jokas

    ResponderEliminar
  4. Viva a Entremeada e a Sardinha assada! E minis a 65 cêntimos! :)

    ResponderEliminar
  5. Eu este ano não fui. Cada vez lido pior com multidões. Fujo delas como o diabo da cruz, o mesmo se aplica ao futebol e a certos concertos... e depois aquela musiquinha genero "Maria queres ketchup" que nao tem nada haver com os Santos Populares...por favor. Não é cena pra mim.

    ResponderEliminar
  6. As noites lisboetas já não são o que eram. E não sou eu que estou a ficar cota. É a realidade dos factos.

    ResponderEliminar
  7. Querida Marta, gostei muito de ler este teu texto. Fazes uma avaliação tão correcta das festas dos Santos!! Eu já estou mais na fase caseirinha e dos amigos, como companheiros de folia :)

    ResponderEliminar
  8. Uma festa caseira preparada por tu, gostava imenso de ir... deve ser das melhores que há.

    ResponderEliminar
  9. Eu (que ainda não sou cota) também já não vou achando piada a certas coisas e o Sto. António é uma delas. Estou sempre à espera de me divertir à grande e depois é como tu dizes, há miúdos a vomitar e a partir cadeiras em cada esquina... enfim, mudam-se os tempos... o que nos vale é a companhia:)

    ResponderEliminar
  10. Deve ter sido uma maravilha =)

    ResponderEliminar
  11. Este ano não fui. Ainda ponderámos a hipótese de vir um dia mais cedo, mas não me arrependo nada. De ano para ano a magia dos Santos Populares vai-se apagando e o que supostamente deveria ser uma noite divertida, acaba quase sempre em confusão. Mas ainda bem que a companhia agradou, ao menos isso, pois no fundo é o mais importante:))

    ResponderEliminar
  12. Confesso que por causa da minha experiência do ano passado. Aonde me senti como um alien na minha cidade natal, resolvi ficar em casa e até que foi divertido.

    Beijocas, Polly

    ResponderEliminar
  13. A última vez que tentei ir aos Santos acabei na Trafaria (não perguntes).

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  14. Pois eu fui e diverti-me imenso.

    ResponderEliminar
  15. Coitados dos "Almeidas", se bem que estão a fazer o seu trabalho... uma vez que outros não fazem.
    Muita coisa mudou, e cada vez mais vejo os jovens a "afogarem-se" completamente já com tenra idade... Acham divertido uma bebedeira; e as meninas adoptam uma postura de "bitches", assumam e gostam... Definitivamente não é este "mundo" que eu quero para os meus filhos.

    ResponderEliminar
  16. eu só fui uma vez aos Santos em Lisboa e não gostei, demasiada confusão, nunca mais conseguiamos arranjar um sitio para comer...péssimo!! os miudos hoje em dia começam tudo muito cedo vamos ver o que lhes traz o futuro...

    ResponderEliminar

Talk to me ;)