quinta-feira, 5 de maio de 2011

Reunião de pais (round 2)



Mais uma reunião de pais e novamente, numa turma de 28 alunos, apareceram 7 pais. Hoje, foi possível ficarmos mais tempo à conversa entre pais e o director de turma, talvez por sermos tão poucos. Dez minutos depois percebi que em 7 encarregados de educação 5 eram de nacionalidade brasileira. Pessoas que mencionaram que tinham dois empregos e que trabalham mais de 12 horas por dia para sustentar a casa e mesmo assim, arranjam tempo para ir à escola saber sobre as notas dos filhos, curiosamente estes são os que alunos com melhores notas. Aliás, os que tinham os pais presentes são os que têm melhores notas.

Pergunto-me o que será mais importante do que acompanhar de perto os nossos filhos? Provavelmente alguns dos pais ausentes são capazes de sair mais cedo do trabalho para ir ver um jogo de futebol ou ir ao saldos e para ir à escola não têm tempo. Pfuuuuuu, depois digam que o mal do país está só nos políticos.

Mas vá, eu até estou muito bem dispostinha porque embora tenha estado mal disposta (fisicamente) todo o dia, o final tornou-se bastante agradável uma vez que a minha menina é um exemplo de aluna em relação ao seu comportamento. Em relação às notas, está entre as melhores ;)

12 comentários:

  1. Parabéns pela filha e pela mãe que ela tem.

    Fico feliz dos pais brasileiros estarem empenhados com a educação de seus filhos em terras luso. Talvez pelo fato de estarem em outro país os levem a uma maior preocupação e presença, não podemos deixar de considerar que é um fator a mais.

    Quanto a mim sempre fui participativa e de igual modo a minha estava entre os melhores alunos, o que confirma sua teoria. Cuidemos dos nossos, mas certamente preocupa a educação do país.

    ResponderEliminar
  2. A tua filha sai à mãe. Um exemplo em relação ao comportamento, e está sempre entre as melhores. Quem sai aos seus... ;)

    ResponderEliminar
  3. Incrível. Fico parva com tanto descuido por parte de alguns pais.

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que sim, ela está bem acompanhada

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. É sempre assim. Quem mais precisa, é quem menos se preocupa. Já no tempo da minha filha aparecíamos os pais dos miúdos sem problemas. Os outros saiam do emprego e ficavam pelo café...

    ResponderEliminar
  6. É bastante sintomático esse alheamento dos pais em relação aos filhos. Depois admiram-se...

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  7. Parabéns!
    Tens motivos para ficar vaidosa, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  8. Marta, infelizmente lido com isso bem de perto. E pior do que as reuniões, são as festinhas. Se as pessoas soubessem o quanto é importante para uma criança com apenas 3 ou 4 anos ter o pai e a mãe presente, não faltariam a nenhuma. São poucos os que se preocupam verdadeiramente e não apenas por obrigação.
    A ti dou-te os meus parabéns:)

    ResponderEliminar
  9. A Menina tem a quem sair. :)

    ResponderEliminar
  10. Ora nem mais. Faz-me confusão como é que existem pais que não põem os pés na escola. É que mesmo que não possam ir à reunião de pais, podem agendar reuniões com os D.T., mas não o fazem. Não querem saber. E depois espantam-se quando as coisas dão para o torto. Ser pais não é facil.

    ResponderEliminar
  11. Acho que cada vez mais a escola é um depósito e os professores é que têm obrigação de educar os filhos. Eu não sou mãe, mas acho que não faria tal coisa.

    ResponderEliminar
  12. ainda bem :) parabens às duas, porque acaba por ser um trabalho em conjunto :)

    realmente ha pais que se estao a cagar, e mesmo esta expressao, para os filhos e o futuro dos filhos, enfim.

    quando a imagem, gostei mesmo foi da tatuagem e dos passaros tambem claro :)
    beijinhos

    ResponderEliminar

Talk to me ;)