segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Rouca vos escrevo...


Se havia dúvidas, hoje ficou provado que o Sistema de Saúde Nacional não vale mesmo um chavelho.

Depois de passar dois dias de molho, cheia de dores de garganta, pensei em ir hoje ao médico para que me pudessem medicar, afinal esta coisa da malta tomar qualquer coisa por auto-medicação não funciona para tudo. Como sou uma fulana prevenida, antes de me aventurar pela rua fora liguei para a Saúde 24 (linha telefónica que uso há mais de 10 anos) para perceber a gravidade do meu estado. Sugeriram-me que fosse ao Centro de Saúde para ser observada. Como estava em estado febril nem abri o pio e segui caminho toda lampeira. Eu, no Centro de Saúde, coisa rara. Chego ao local, retiro a senha e aguardo a minha vez. Ding-dong e lá aparece o numero mágico da minha senha no ecrã. Chego ao guiché e digo numa rouquidão profunda:

-Bom dia! É para marcar uma consulta de urgência por favor.
-Porquê? - Diz o f*ª$% da p#*$# do senhor ...

Ai senhores, que vontade que me deu de lhe arrancar os olhos. Euzinha, ali especada, cheia de suores frios, com uma voz tipo fadista da Mouraria depois de uma noite de fados e muito vinho e aquela besta pergunta porquê???? Mas o gajo é parvo ou quê???? Estive vai não vai para lhe perguntar se consumia pacotes de açúcar pelo nariz mas depois lá pensei que não podia perder a razão.

Depois de desancar o tipo fiquei a saber que não há serviço permanente no meu Posto de Saúde e a minha médica de família só chegava lá para o meio-dia. Dei meia volta e tomei o mesmo caminho de regresso. Meti-me no carro e Cuf com ela. Uma verdadeira maravilha. Cheguei, tirei a senha e fui logo chamada para a triagem. Estava despachada em três tempos.

Assim que entrei no gabinete médico deu-me um valente ataque de tosse, algo que não havia mencionado na triagem. O xô doutor ficou a olhar para mim e soltou um rizinho meio irónico. Ok, este pensa que venho à caça da baixa médica - pensei eu.
Depois do diagnóstico completo recebo a notícia que estou com uma laringite aguda e devido à minha dificuldade em falar e por vezes respirar reforça dizendo que me vai mandar para casa dois ou três dias, mas sempre com o tal sorriso irónico.

- Xô Doutor o que preciso é que me dê medicação forte para poder trabalhar!!! Eu não quero baixa, preciso é de algo que me faça melhorar deste estado. Enquanto houver bracinhos e perninhas eu não deixo de trabalhar ;)

Resultado: Estou com uma laringite aguda e tenho de ingerir bebidas e alimentos gelados para ver se consigo aliviar o inchaço que tenho na garganta. Paguei 30€ pela consulta mas valeu a pena pela prontidão. Perdi o meu canto de sereia e agora pareço mais uma grafonola mas vá lá...consegui ir trabalhar.

Nota: Já agora...só para se rirem um bocadinho...eu estou toda estropiadinha com a cena na laringe e amanhã tenho o concerto dos Skunk Anansie...ghrrrrrrrr!

12 comentários:

  1. Também estive na CUF hoje e paguei 93€ por 11 minutos de consulta. De facto, o conforto e a rapidez paga-se bem.

    ResponderEliminar
  2. Antes assim! Eu pelo menos fui atendida com rapidez e bons modos :)

    ResponderEliminar
  3. Mas apanhar frio e falar, não é muito saudável para o teu problema. E um organismo enfraquecido pela doença, fica mais vulnerável e é preciso cuidado com os "ajuntamentos".

    Só espero não ter de voltar tão depressa ao Centro de Saúde. Agora que tenho, de novo, médico da ADSE, acho que nem uma urgência me levaria àquelas bestas. Nem sei se valia a pena, pois sem médico de família para consultas regulares, pior será para urgências.
    Cá me vou orientando com a ADSE e Santa Maria tem sempre uma porta aberta para os "clientes" especiais.

    As melhoras.

    ResponderEliminar
  4. Era uma vez um Serviço Nacional de Saúde.
    :(

    ResponderEliminar
  5. Cuida-te...não sei se é boa ideia apanhares frio!

    ResponderEliminar
  6. Que rápida mente

    não lhe volte
    a doer a voz

    ResponderEliminar
  7. E que tal um seguro de saúde? Eu por acaso tenho sorrte que na empresa onde trabalho, oferecem isso, daí eu não precisar dos temíveis hospitais públicos.

    A tua recuperação terá de ser em tempo record, caso contrário o concerto não te fará bem...

    As melhoras

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Nunca ouvi falar que tomar gelado é tratamento para laringite. Espanta-me. Precisas de anti-inflamatório ou de antibiótico dependendo do caso, vitamina C e uma pastilha para chupar para te aliviar a dor na laringe, repouso e nada de ficar falando para não piorares a rouquidão.

    ResponderEliminar
  9. Quando o tipo do Centro de Saúde te perguntou "porquê" devias imediatamente ter-lhe tossido por cima, dizendo "por isto".

    E sempre vais aos Skunk? Eu vou lá estar, e sem problemas para cantar! MUUUUAHAHAHAHAHAHAHA! ;) Beijocas, as melhoras!

    ResponderEliminar
  10. A parte boa é que podes comer gelados :)

    As melhoras!

    ResponderEliminar
  11. Só o concerto para apagar toda a confusão!

    ResponderEliminar
  12. Não vai ser fácil assistir ao grande concerto a 100%.. Será fantástico tenho a certeza.. ; )
    bj

    ResponderEliminar

Talk to me ;)