terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Olhar cinematográfico |12|


Um filme interessante que relata uma história de amor com principio, meio e fim (não necessariamente por esta ordem). Retrata de forma clara, a vida de um casal que tenta numa noite recuperar o casamento perdido. Entre o presente, são inseridos momentos do passado, como que um falshback, que nos permitem perceber que o que começou por ser um conto de fadas acaba de uma forma brutalmente realista. As promessas são quebradas e a relação torna-se insustentável.

Na minha humilde opinião, entendo a moral da história mas não consegui perceber a aversão que a Cindy (Michelle Williams) tem ao marido Dean (Ryan Gosling) e quando o filme terminou não consegui deixar de lamentar o seu desfecho.

No final de contas, parece-me bastante claro que: EU SOU UMA ETERNA ROMÂNTICA E AINDA ACREDITO EM FINAIS FELIZES!

Este filme é o espelho das relações de hoje em dia. Nada se aguenta, nada se suporta. As pessoas comprometem-se mas depois saltam fora à mínima coisa. Nas relações, passamos rapidamente de bestiais a bestas. Quando há paixão somos anjos intocáveis, mas quando o amor desaparece passamos a ser um poço de defeitos e imperfeições.

Nota: Sugiro que vejam o filme mas...de mãos dadas com a vossa cara metade ;)

18 comentários:

  1. Não vi, mas fiquei motivada a assistir.

    Sou bem realista e acho que para superar as dificuldades tem que se querer pagar o preço. O que acontece é que não se quer... e por diversos motivos é claro.

    Valeu a dica.

    Bj

    ResponderEliminar
  2. Marta obrigada pela dica :)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com a tua análise. Não é preciso muito para as pessoa se mostrarem como realmente são. Pena é que se esqueçam que uma relação envolve duas pessoas.
    Enfim, vou tentar ver o filme. A ver se partilho da tua opinião. Mas acho que sim :)

    ResponderEliminar
  4. Deve ser um filme bastante interessante

    ResponderEliminar
  5. Não se deve prometer o que não se tem a certeza poder cumprir :)
    Mas as relações falhadas também nos ensinam como ser melhor da próxima vez.

    Vou ver o filme sem cara metade e também sou como tu,também acredito em finais felizes.
    Vamos ver como me sinto no final :)

    ResponderEliminar
  6. Ultimamente tenho visto alguns bons filmes, com base nas criticas cibernautas.
    Talvez este seja mais um...

    ResponderEliminar
  7. Diálogo. Quando isto falha numa relação, o resto vai atrás.

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  8. Fiquei interessado. Já está a sacar e depois volto cá para a minha conclusão :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Tem de ser de mãos dadas ?! Não podemos dar outra coisa qualquer ?



    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Neste caso

    sem cara metade

    ResponderEliminar
  11. Anónimo24.2.11

    Não desistas, o ano ainda agora começou. Acredita em finais felizes e não desistas da ideia.O convite ainda está de pé.

    ResponderEliminar
  12. um abraço para ti Marta!

    ResponderEliminar
  13. Já somos duas a pensar assim. Também acredito em finais felizes. :)
    beijos

    ResponderEliminar
  14. Convenceste-me!
    Este fim de semana tentarei ir ver o filme...
    ; )

    bj

    ResponderEliminar
  15. Parece-me bem... apesar de... enfim... eu também acredito no Amor e nessas coisas todas, mas não sei... acho que é como tu dizes... hoje em dia é mais fácil passar de bestial a besta, do que tentar resolver e perceber o que correu mal numa relação. Gostei da sugestão!

    Beijo

    ResponderEliminar
  16. Siempre estupendo, como siempre. Un placer pasar por tu casa.

    Saludos y un abrazo.

    ResponderEliminar
  17. Não sei se me apetece!

    Ainda ando à procura de um "Up" em condições.

    ResponderEliminar
  18. ...e sim, já encontrei um "Up" em condições!

    ResponderEliminar

Talk to me ;)