terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Perdi as palavras...


Não tenho escrito muito, não aqui. Este último ano tenho noção de ter perdido as palavras embora não consiga entender qual a razão. Sento-me em frente ao computador, tiro um cigarro do maço e penso. Penso sobre o que escrever, sobre o que vou partilhar. Nada! Não sai nada. Ora agora faço um post com um pacote de açúcar que tenta adivinhar o nosso futuro, ou bem que faço um post sobre algo ainda mais trivial que isso.
Não há poesia, não há inspiração. As palavras estão mortas dentro de mim.
Talvez porque me tenham atraiçoado nestes últimos meses, talvez porque as utilize em demasia no dia-a-dia. Ao certo não sei porquê.
Quem sabe este inicio de ano me traga a vontade, a força nos dedos para teclar como antes. Talvez receba boas notícias ainda esta semana, algo que me traga um novo alento. Até lá fica aqui este desabafo de quem nestas folhas perdidas não encontra mais que estas palavras.

5 comentários:

  1. Espero que já tenhas as tais noticias de que estavas à espera. BOAS noticias por exigência!

    Sabes...
    é complicado... difícil digestão,
    ...azia, demasiada.

    Love ya.

    ResponderEliminar
  2. Como dizias... só mói. É o que basta, pois é, mas sabes qual é o passo seguinte.

    Em frente... sempre em frente.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Olha...coitadinho é aquele que nasce sem perninhas e bracinhos, não é?
    Vamos mas é andar para a frente que atrás vem gente.

    Beijos para os dois.

    Nota: Só vocês para me aturarem ;)

    ResponderEliminar
  4. Não desista Martinha. Eu também andei uns tempos assim e agora voltei ainda com mais força. São fases como tantas outra em outros campos da nossa vida.
    Espero que esteja tudo bem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Cereja...
    Eu confio no teu poder.
    De certo que é uma fase.
    Tudo passa :)

    Beijos

    ResponderEliminar

Talk to me ;)