segunda-feira, 5 de outubro de 2009

A espera

A manhã acorda-me.

Oiço as gaivotas que sobrevoam Lisboa. Os telhados estão molhados e as ruas limpas de vida. É cedo. Olho para o relógio e pouco passa das 6 da manhã mas o céu torna-se limpo e o Sol parece romper para lá do Castelo. Vê-se a luz mas a cidade ainda dorme perdida em sonhos. Sopro o que penso e deixo no ar, perdidas, as minhas palavras. Tenho os pés descalços na madeira ainda fria da noite. Olho em volta e sinto o ar fresco que passa por entre os meus cabelos. Sinto um arrepio na espinha. Abraço-me em pensamentos. Encontro-me aqui e ali, naquela cor e na outra. Na forma de cada casa, de cada telhado. No céu, no sino da Igreja, nas pedras da calçada, no corrimão das escadas. Sinto-me colada a este quadro, pintado de fresco com uma cor nova.

Volto para a cama e deixo a janela aberta…e espero…espero.

8 comentários:

  1. Hmm, a magia dum Outono a rebentar com a magia da luminosidade tão exclusiva de Lisboa... Verdadeiramente maravilhoso! Que a tua espera seja proveitosa. Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Continuo à espera...
    Não me canso, desde que chegue um dia :)

    ResponderEliminar
  3. Blá Blá Blá,...
    "Quem espera sempre alcança!", pois sim, sim...

    Pelo sim, pelo não, mantém-te sentada porque as pernas podem começar a sofrer de varizes e nós não íamos querer isso, pois não?

    ResponderEliminar
  4. Perco-me com os teus textos! Parabéns!

    Em relação à maltinha desagradável no trabalho... olha: "Senhor dá-me paciência para aturar os meus colegas, pois se me deres força parto-lhes a cara." Ahahaha

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Pois... tu sabes como é, não é Limão?
    Eu sou uma gaja cheia de esperança, mas normalmente a coisa nunca corre como eu espero.
    Mas é aquela coisa...sou demasiado exigente

    LOL

    Beijos doces ;)

    ResponderEliminar
  6. Olha gaja eu cá ignoro essa malta, completamente.
    ;)

    ResponderEliminar
  7. A espera dói... mas pode valer a pena esperar. Nunca te vais culpar por não o teres feito, pior seria o contrári. E, aprendemos sempre alguma coisa, certo?

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Certo amiga!
    Espero porque existe algo em mim que têm um poder enorme...a esperança. Fé!

    Bjs

    ResponderEliminar

Talk to me ;)