sábado, 1 de novembro de 2008

O caos


Esta sexta-feira foi o caos. Ao final do dia sentia-me sem forças para nada, apetecia-me eclipsar-me para outro planeta. Não suporto mais os queixumes idiotas de quem me rodeia. Chega de depositar em mim tudo o que é problemas, afinal o meu trabalho tem um fim muito específico e nele não está incluído a hora do consultório de apoio ao “desamparado”. Bolas, bolas e mais bolas…e a mim quem é que me ouve? Ok, sei que me mostro sempre boa ouvinte, sei que dou sempre o meu ombro amigo mas há alturas que me apetece gritar, apetece-me disparar palavras obscenas com a força de mil raios.

Não fosse a tua mão na minha ao fim do dia e teria explodido.

Ok, já passou e a verdade é que segunda-feira lá estou eu a resolver os assuntos de relações humanas entre 25 pessoas.

Afinal a minha secretária é muito mais do que isso…é mais uma marquesa num gabinete de uma psicóloga que em vez de tirar o curso certo andou para ai a estudar a vertente humana no seu verdadeiro sentido da palavra.

São 32 anos de histórias de vida, e que histórias.

7 comentários:

  1. É preferível fazer uma pausa quando a nossa resistência psicológica está a chegar ao limite... não tem nada de egoísta!

    ResponderEliminar
  2. marta quando estiveres a ficar esgotada...faz como eu...moshhhhh....:)

    beijo vagabundo

    ResponderEliminar
  3. Anónimo2.11.08

    Respira fundo e tem calma.
    Tu consegues :)

    ResponderEliminar
  4. E se eu te disser que amanhã vais ter mais um desses dias, desta vez por causa da "equipa da noite"?

    Ok, pra levantar o pano, digamos que hoje, quarta-feira, as coisas ficaram um pouco negras e houve até quem deixasse cair umas lágrimas salgadas!

    Enfim, depois falamos!

    ResponderEliminar
  5. Bhixma,
    Por isso mesmo resolvi fazer uma pausa. Não tarda estou de férias e vou poder afastar-me um pouco de toda esta loucura.
    Beijos

    ###

    Hum…
    Um mosh parece-me bem, tenho de experimentar isso lá no trabalho.
    LOL
    Beijos.

    ###

    A,
    Eu passo o dia a respirar fundo e a contar até 10, mas sinceramente nem sempre funciona.
    Beijos

    ###

    Oh limão….
    É o que eu digo…mas afinal o que se passa com aquela gente? Anda tudo depressivo. Rrrrrrrr acho “cortar os pulsos” já não resulta :P
    Beijos amigo do peito.

    ResponderEliminar
  6. Olá Marta:)!!!
    Pois é....eu bem que cheguei a pensar em envenerar pela carreira de psicologa,mas como interioriso demasiado os problemas dos outros, achei por bem nao o fazer,senao ainda iria ficar pior do que eles,lol.
    A soluçao passa mesmo por de vez em quando te afastares e pensares em algo totalmente diferente que te faça sorrir e entao depois voltar a carga:)!!!

    Beijokas

    ResponderEliminar
  7. O que vale é que fui de farias e agora já me sinto com mais força para enfrentar estes dilemas no trabalho.
    Beijos

    ResponderEliminar

Talk to me ;)