domingo, 22 de junho de 2008

E não é assim a vida?

Como é possível saber concretamente o que é certo e o que é errado. Como saber se o que achamos ser o certo não é na verdade o errado se na maioria das vezes é considerado uma questão de opinião e de ponto de vista? Se assim é como saber se as decisões que tenho tomado baseadas no que eu penso ser o certo não são as decisões erradas?

Posso concluir apenas que o certo é vasto, tão vasto como o Universo em que nos encontramos. O que é certo para mim pode não ser o certo para quem está a meu lado. Logo o certo é relativo. Todas as minhas acções têm causas que não afectam apenas a mim. Uma atitude minha pode mudar a vida de terceiros. O que considero certo pode então causar o caos à minha volta.
Complicado não é?

E não é assim a vida?

13 comentários:

  1. Faz tudo parte.
    E o que seria da tua vida sem essas duvidas? O que seria de ti sem os nós que tanto te caracterizam? Terias essa mesma alegria de viver que tanto cativa quem te rodeia?

    Podes sempre perguntar a minha opinião. Já sabes que estou cá para o que for preciso.

    ResponderEliminar
  2. Épá, agora baralhei-me. Fiquei cheia de dúvidas...

    ResponderEliminar
  3. Dificil..Porque se não pensares nos outros estão a ser egoísta..Se não pensares nas consequências és apelidada de inconsequente...
    Mas tal como dizes "o certo é relativo" e também pode não ser definitivo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. é mesmo dificil... raios parat a subjectividade!!!!

    ResponderEliminar
  5. A experiência talvez não nos ensine as certezas absolutas, mas sempre vamos aprendendo alguma coisa... o problema é que isso implica muitas vezes tomar a decisão errada!
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. É provável que tenhas razão Rodela, eu e os meus nós.
    E quanto à alegria…essa eu tento nunca perder, mesmo quando ando em conflito de pensamentos
    ;)
    Beijos

    *****

    Pois Marta, as dúvidas são muitas mas posso afirmar que as certezas também. Será isto um justo equilíbrio? Bjs

    *****

    Asp,
    É isso mesmo, é tudo relativo e o mais importante é viver, mesmo com decisões erradas.
    Beijos

    *****

    Oh Formiguinha…é a vida!
    Bjs

    *****

    Bhixma, agrada-me sempre ler a tua opinião.
    Gosto da tua forma de pensar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Vai-te mas é deitar!
    Quem é que tem razão? Sei lá eu!?!?

    ResponderEliminar
  8. Olha agora...tu tens muito a mania não tens?

    :)

    ResponderEliminar
  9. Anónimo25.6.08

    Que confusão.Mas tu és boa é a descomplicar :)

    ResponderEliminar
  10. É complicado mas já sabemos que é sempre assim.
    AS decisões, boas ou más tem que ser tomadas. Só as saberás qualificar, depois de as tomares e de teres uma completa fotografia da realidade que sucede a decisão.
    Percebi que não respondi totalmente mas já é costume...

    ResponderEliminar
  11. Visão inteligente das coisas.

    Bem e Mal....Quem tem o poder para fazer essa avaliação?

    Não me canso de dizer, que bem e mal não existem. Existem escolhas, e essas trazem resultados para nós que nos convêm ou não.

    Mas não há dúvida. A vida não perdoa e o Universo, traz tudo de volta a nós com a mesma medida com que "atirámos" para ele...

    E sim, as tuas acções podem mudar a vida de outros...

    Volto a repetir...Visão inteligente.

    Muito se podia aqui dizer...

    ***

    ResponderEliminar
  12. Guardador, a tua opinião é sempre importante e acredita que dizes sempre algo por menos obvio que pareça.

    Bjs

    *****

    Narrador,é uma visão inteligente mas aterradora...dá que pensar. E por vezes tremo de tanto pensar.

    Bjs

    ResponderEliminar

Talk to me ;)