domingo, 2 de dezembro de 2007

Fere mas não mata.




Dói-me saber que não sei agir.
Que paro no tempo,
Que não tenho forças.

Dói-me saber que não tenho para onde fugir.
Que não tenho saída,
Que não encontro caminho.

Dói-me saber que tenho o pulso fraco principalmente no que toca o coração,
Que sou demasiado sensível.

Dói-me saber que tudo o que vivemos foi pura ilusão,
Que estava enganada.

Dói-me uma dor acesa,
Que me rasga por dentro
Que me deixa sem fôlego.

Dói-me o peito
Dói-me a alma.
Dói-me saber que não me ouves.

7 comentários:

  1. a dor doi tanto...
    beijo vagabundo

    ResponderEliminar
  2. Belo sentir! A dor, por vezes, transforma-se em prazer...

    Beijinhos e obrigado pelas palavras que me deixas...

    ResponderEliminar
  3. ohhhh Martinha,

    estou tão triste ler este teu post:(
    Parecia que estava tudo a correr bem. Não sei o q se passou, mas acredita numa coisa aquilo q não nos mata, trona-nos mais fortes!

    Se alguém te desiludiu é pq não te merecia, pensa q o erro não foi teu mas sim de uma pessoa q não foi sincera.

    Beijinhos grandes e tudo a correr bem, quero ler um proximo post mais alegre.

    ResponderEliminar
  4. Doi Poeta…doi muito. Mas como muitas outras coisas a dor acaba por passar…
    É por essa fase que espero…
    Beijos

    ____________

    É um prazer passar no teu canto Fernando. Obrigado eu pelas tuas palavras :)
    Beijos

    ____________

    Lua,
    Já me conheces um bocadinho…é isso mesmo!

    Desilusão.
    Mas leio as tuas palavras e encontro algum sentido:

    “Se alguém te desiludiu é pq não te merecia, pensa q o erro não foi teu mas sim de uma pessoa q não foi sincera.”

    Life goes on…with our without him.

    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  5. Há sempre alguém que nos ouve, pode ter a certeza!
    E se até a própria morte tem saída, por que razão não haveria de ter solução ou saída as situações temporárias da vida?

    Força! Força! Energia positiva através de um abraço à distância!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Mas lembre-se sempre de que és privilegiada pelo simples milagre da vida! Lembre-se sempre de que és uma vencedora, pois tu és o espermatozoide vencedor, tu és a escolhida para encarar os desafios desta vida.

    Marta, você "desde 2007" me surpreendendo com estes posts incríveis.

    ResponderEliminar

Talk to me ;)