quarta-feira, 18 de julho de 2007

Continuo a ser demasiado exigente.


Sei que sou uma pessoa bem disposta e que na grande maioria das vezes estou lá para dar o meu ombro a um amigo.
Faço por não falhar porque sei que é neste momento que realmente se precisa.
Nos bons não faltam pessoas à nossa volta.
No entanto sempre que estou em baixo, sinto-me só.
Demasiado só.
Serei eu demasiado exigente?

Não sei muito bem como despejar o que me vai na alma.
Não é fácil descrever este aperto no coração.
Não é tristeza, não é mágoa.
Não é infelicidade.
É algo mais forte que isso.
É uma dor que embora, não constante, me corrói por dentro.
Voltei à fase do colo.
Preciso de colo, mas também gostava de não ter de o pedir.
Gostava que me soubessem ler os olhos.
Não ter que pedir para tomar conta de mim.

Não sei como dar a volta a este sentimento incontrolável.
Não sei como libertar este vazio que insiste em viver no meu peito.
Não sei como…
Juro que não sei.

8 comentários:

  1. Um grande beijo do teu amigo Bhixma

    ResponderEliminar
  2. Ri-te, ri-te...escondida atrás do biombo!

    Já sei que sou egocentrico, mas...

    Beijos e rodelas de limão acompanhadas por cafés depois da meia noite na Repsol da 2ª circular!

    LOLOLOL

    ResponderEliminar
  3. Olá Martinha,

    ao ler o teu post, parece que era eu, acredita! Sou assim como tu.

    Entrego-me demasiado às pessoas e depois exijo o mesmo delas, qd não me reribuem fico assim como tu descreves - com um vazio enorme.

    às vezes gostava de não ser assim, mas não consigo ser de outra maneira!!
    Quanto a ombros amigos, mesmo não te conheçendo pessoalmente... qqc já sabes tenho aqui 2!:)

    Anima-te, não te deixes levar por esse sentimento e põe um sorriso nos lábios.

    beijinhos grandessssssssss

    ResponderEliminar
  4. Um beijo de volta para ti também, Bhixma. Obrigado.

    Sim sem dúvida Ricardo, os cafés depois do horário são do melhor para cortar o amargo de tudo o resto.
    Beijo grande.

    Lua...
    Obrigado pela força.
    Estás sempre pronta a deixar um comentário cheio de energia. Super positivo.
    Beijo grande e obrigado :)

    ResponderEliminar
  5. Retribúo o carinho e apoio que recebi.
    Bate à porta se precisares.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  6. O colo surge marta. Quando menos se espera.

    ResponderEliminar
  7. posso jurar contigo?
    beijo vagabundo

    ResponderEliminar
  8. Rui @t Blog, a vossa companhia e a atenção dedicada ao meu blog já é mais do que suficiente.
    Beijos

    Luís,assim espero…
    Beijos

    Poeta, claro que sim.
    Juramos os dois que não sabemos como deixar de ser assim…como não sabemos deixar de sentir tão fortemente o que sentimos. Somos tão humanos…
    Beijos

    ResponderEliminar

Talk to me ;)