terça-feira, 17 de outubro de 2006

A felicidade exige valentia.


Ando numa fase melancólica…tudo me deixa em baixo…por isto ou por aquilo as lágrimas chegam com a mesma intensidade da chuva.
Lembrei-me assim de recorrer a quem entende destas coisa e devorei estas palavras.

“Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas, não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É sabre falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no meu caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”

Fernando Pessoa

4 comentários:

  1. Oh gaja, só me apetece é dar-te um par de estalos.
    Seca, mas é, essas lágrimas, levanta essa cabeça e vamos mas é embora para fim-de-semana alentejano. O tempo pode não estar bom mas faz-se por compensar esse inconviente.

    ... e tenho dito!!!

    (as chapadas dou-te pessoalmente...lol)

    ResponderEliminar
  2. onde nos transporta a melâncolia... o que nos leva... de onde começa? para onde vai?....

    Como esta poesia de Pessoa é grande... como....

    Martinha, forca arrebita a saia ;)

    beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Esse é, de longe, um dos poemas mais fortes que conheço. E uma excelente arma contra a melancolia =)

    ResponderEliminar
  4. concordo com o ricardo...um par de estalos nessa carinha....baaa...lagrimas...melancolia!!Kê isso!?
    Toca a animar....e prepara-te k o fds está a chegar....pior vai ser o meu...ahahahahahahah!

    ResponderEliminar

Talk to me ;)